Foto: Reprodução/ADEPARÁ
Foto: Reprodução/ADEPARÁ

Fiscais apreendem 500 kg de carne transportada ilegalmente em Tomé-Açu, no Pará

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

O total de 500kg de carne foi flagrado sendo transportado de forma inadequada pelos fiscais agropecuários da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará), neste final de semana. A carga estava em um veículo sem refrigeração apropriada e sem nota fiscal. A apreensão ocorreu na PA-451, em Tomé-Açu, no nordeste paraense, e foi realizada em parceria com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE).

“A diminuição do risco à saúde é uma das importantes funções da fiscalização. Durante a atuação dos fiscais, além de garantir que o alimento foi inspecionado, é necessário avaliar se está armazenado de forma correta, para que possamos evitar danos à saúde dos consumidores”, ressaltou a fiscal agropecuária e gerente de inspeção animal Adriele Cardoso.

CONTINUE LENDO...

O produto estava armazenado sem refrigeração adequada, gerando riscos à saúde do consumidor, a carga foi apreendida e o condutor encaminhado para a Delegacia, onde foi registrado um boletim de ocorrência. A carga foi considerada imprópria e destruída, após todos os procedimentos sanitários.

“O emprego e manutenção da cadeia do frio são essenciais para a conservação de carnes in natura, já que essas possuem características de predisposição ao crescimento microbiano e deterioração. A temperatura é um ponto crítico de controle, afetando diretamente a inocuidade da carne, quando a cadeia de frio se quebra o consumidor pode ser lesado pela má qualidade desta, proporcionando a imposição de um alimento inseguro.”, pontou Adriele Cardoso.

A Adepará ressalta que qualquer produto de origem animal que não apresentar os selos de inspeção sanitária que garantem a qualidade do produto, e são concedidos pela Adepará e outras instituições oficiais de inspeção, são considerados impróprios para o consumo.

Com informações da Agência Pará.

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }