Reprodução
Reprodução

Idosa de 85 anos é resgatada de maus tratos em Ananindeua

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Uma idosa de 85 nos foi resgatada pela Delegacia de Proteção à Pessoa Idosa (DPID) após denúncia de maus tratos há seis anos de sua cuidadora. A idosa foi encontrada debilitada, com fome, sede e ferimentos no corpo. O caso aconteceu na última sexta-feira, 6. Após o resgate, a idosa foi encaminhada para a UBS Celso Leão, onde passou por uma avaliação clínica e recebeu os primeiros atendimentos médicos. Ela também foi submetida a exames e consultas na UPA Marighella. 

Depois dos cuidados médicos, a equipe da Secretaria de Cidadania, Assistência Social e Trabalho (SEMCAT) levou a senhora ao Instituto de Longa Permanência para Idosos (ILPI) de Ananindeua, onde ficará por tempo indeterminado. “A partir de agora, a Prefeitura de Ananindeua irá se responsabilizar e se tornar a guardiã dessa idosa, uma vez que a mesma não tem parentes e pela razão de não podermos devolvê-la para residência onde os seus direitos estavam sendo violados. Aqui no ILPI ela foi acolhida e já começou a receber todo cuidado e amor da nossa equipe”, ressaltou a secretária da SEMCAT, Marisa Lima.

CONTINUE LENDO...

A casa de acolhimento é voltada para idosos, que não dispõem de condições para permanecer com a família, com vivência de situações de violência e negligência, em situação de abandono e/ou com vínculos familiares fragilizados, ou rompidos. Atualmente são atendidos 10 idosos no ILPI e devido o aumento da demanda, o prefeito doutor Daniel Santos se sensibilizou e está buscando um espaço maior para melhor atender a população que necessita dos serviços.  O caso segue sendo investigado pela Delegacia de Proteção à Pessoa Idosa (DPID).

Violência contra o Idoso

O Estatuto do Idoso, promulgado pela lei nº 10.741, de 1º de outubro de 2003, descreve a violência contra o idoso como qualquer ação ou omissão, praticada em local público ou privado, que lhe cause morte, dano ou sofrimento físico ou psicológico.

Segundo o Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania (MDHC), os casos de maus tratos contra idosos dobraram nos três primeiros meses de 2023, com 34.243 denúncias registradas, comparado a 19.562 no mesmo período do ano passado.

Como denúnciar

Para denunciar casos de violência contra idosos, basta ligar para o Disque-Denuncia (181) ou pelo whatsapp (91) 98115-9181. Não há necessidade de se identificar.

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }