Justiça do Pará suspende festival em Cametá que teria Pabllo Vittar como principal atração

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Na última semana, o Ministério Público do Pará (MPPA) entrou com com uma ação pedindo para suspender o Festival de Verão da Diversidade de Cametá, no nordeste paraense. Nesta quinta-feira, 27, o Tribunal de Justiça do Pará determinou a suspensão do festival por “incompatibilidade da realização com recursos públicos”, motivo da ação do MPPA.

As atrações incluíam Timbalada, Tonny Garrido, Dom Juan, Pablo Vittar e outros artistas.

CONTINUE LENDO...

Segundo o MP, o valor estimado do festival chegava em aproximadamente R$ 1,5 milhão, podendo ultrapassar o valor já que os cachês são de artistas nacionais. Pabllo Vittar receberia quase R$ 500.000.

O prefeito de Cametá Victor Cassiano, se pronunciou nas redes sociais, e contextualizou falando sobre todo o trabalho que vem fazendo diante da prefeitura. O prefeito se desculpou sobre a suspensão e disse que lamenta a decisão já que o festival traria grande receita para a cidade.

“Eu cumpro a lei, e respeito os poderes e a autonomia do poder judiciário”, finalizou o prefeito.

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }