Foto: João Gomes/Agência Belém
Foto: João Gomes/Agência Belém

Mais de 70 mil pessoas são afetadas por paralisação de trabalhadores do BRT em Belém

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Mais de 70 mil pessoas estão sendo afetadas pela paralisação dos rodoviários e trabalhadores do BRT em Belém, na manhã desta quarta-feira, 29, nas estações Maguari e Maracacuera. De acordo com o Sintrebel, cerca de 42 ônibus, sendo 12 articulados e 30 troncais (que rodam na canaleta do BRT) estão parados.

O Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários em Empresas de Transportes Coletivos de Passageiros de Belém (Sintrebel) informou que apenas 15 articulados continuam circulando.

CONTINUE LENDO...

Ainda de acordo com o Sintrebel, o motivo da paralisação é para reivindicação de melhorias no trabalho dos funcionários. “A reivindicação é porque há que vários assaltos nas estações, além de estarem sem energia elétrica porque os fios das estações foram roubados, por isso estão sem ar-condicionado. E nas estações menores, da Antônio Baena até o Tenoné, não tem bebedouro para os trabalhadores”, afirmou o chefe de comunicação do sindicato, Luciano Silva.

ATUALIZAÇÃO: Os trabalhadores suspenderam a paralisação para uma reunião com os empresários ainda hoje, às 13h30, na sede do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belém (Setransbel). Segundo o Sintrebel, os empresários responsáveis ligaram e pediram a reunião com os trabalhadores

VER MAIS

VER MAIS