Foto: Reprodução/Agência Brasília
Foto: Reprodução/Agência Brasília

Pará está entre os 10 estados que mais geraram emprego, diz Dieese

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos do Pará – Dieese/PA, divulgou nesta quarta-feira, 29, que o estado do Pará apresentou saldo positivo de empregos formais no comparativo entre admitidos e desligados pelo quarto mês consecutivo.

Ainda em abril, no balanço nacional com dados disponibilizados pelo Ministério do Trabalho, através do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados — CAGED analisados pelo Dieese, o Pará foi o 10º estado que mais gerou empregos formais e soberano no recorte regional. 

CONTINUE LENDO...

Quadro com ranking da movimentação do Emprego Formal nas UF’s:

RankingEstadosAdmitidosDesligadosSaldo
São Paulo723.611647.31276.299
Minas Gerais251.622225.75425.868
Paraná176.842158.81018.032
Rio de Janeiro140.339124.26216.077
Goiás91.73878.15413.584
Rio Grande do Sul141.418127.90613.512
Santa Catarina149.261135.80413.457
Bahia84.23973.59010.649
Espírito Santo51.97243.8058.167
10ºPara43.74936.4177.332
11ºCeará50.52944.8515.678
12ºDistrito Federal38.28433.0265.258
13ºAmazonas23.68720.1113.576
14ºMato Grosso56.67753.6782.999
15ºMaranhão22.21619.2382.978
16ºRio Grande do Norte20.23317.5422.691
17ºMato Grosso do Sul37.83235.2652.567
18ºPiauí13.41711.3452.072
19ºSergipe11.5259.9551.570
20ºTocantins11.86510.4011.464
21ºAcre5.0943.8271.267
22ºAmapá3.7782.876902
23ºParaíba18.93018.191739
24ºRondônia14.30113.577724
25ºRoraima4.0703.590480
26ºPernambuco52.53353.636-1.103
27ºAlagoas15.67817.285-1.607
Fonte: Ministério do Trabalho/CAGED            Analise e Elaboração: DIEESE/PA

O Pará é o que mais se destaca entre os demais estados da região norte na movimentação de empregos formais no comparativo entre admitidos e desligados, somando cerca de 7.332 postos de trabalhos, seguido do Estado do Amazonas com a geração de 3.576 postos de trabalho.

Quadro demonstrativo da Movimentação do Emprego Formal nos Estados da região norte no mês abril de 2024

LocalAdmitidosDesligadosSaldo
Pará43.74936.4177.332
Amazonas23.68720.1113.576
Tocantins11.86510.4011.464
Acre5.0943.8271.267
Amapá3.7782.876902
Rondônia14.30113.577724
Roraima4.0703.590480
Região Norte106.54490.79915.745
Fonte: Ministério do Trabalho/CAGED               Analise e Elaboração: DIEESE/PA

Segundo dados disponibilizados pelo CAGED, analisados pelo Dieese/PA sobre movimentação do emprego formal, mostra que, no mês de abril desse ano, em comparativo entre admitidos e desligados, o Pará apresentou crescimento na geração de empregos. No total, 43.479 pessoas foram admitidas, conta 36.417 desligadas, gerando um saldo positivo de 7.332 postos de trabalhos. Com isso, o Pará supera 17% o saldo que teve no mesmo período em 2023, naquela ocasião, o saldo positivo era de 6.329 postos de trabalhos.

Quadro comparativo da movimentação do Emprego Formal no Estrado do Pará

Estado do ParáMovimentaçãoMês de Abr/2024Mês de Abr/2023
Admissão43.47936.337
Demissão36.41730.098
Saldo7.3326.239
Fonte: Ministério do Trabalho/CAGED            Analise e Elaboração: DIEESE/PA

Segundo o Dieese, o setor de serviços foi o que mais cresceu com a geração de empregos, tendo 4.932 postos de trabalhos, seguido do Setor comércio com a geração de 1.633 postos de trabalhos e do Setor da Construção com a geração de 1.263 postos de trabalhos. Ao contrário disso, o Setor Agropecuário lidera o saldo negativo na geração de empregos, apresentando -473 postos de trabalhos, seguido do Setor da Indústria com saldo negativo de 23 postos de trabalhos.

Quadro demonstrativo da movimentação do Emprego Formal no Estado do Pará, por Setores Econômicos de Atividades no mês de abril de 2024

Setores EconômicosAdmitidosDesligadosSaldos
Agropecuária2.4432.916-473
Indústria5.4315.454-23
Construção7.4496.1861.263
Comércio10.8079.1741.633
Serviços17.61912.6874.932
Total43.74936.4177.332
Fonte: Ministério do Trabalho/CAGED            Analise e Elaboração: DIEESE/PA

Por: Jorge Mateus Palheta — Estagiário

Sob-supervisão: Danielle Zuquim — Editora Chefa

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }