Reprodução Instagram @ajudemanuelavitoria
Reprodução Instagram @ajudemanuelavitoria

Paraense presa na Indonésia vai ser interrogada nesta terça-feira; ainda há risco de pena de morte

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

A paraense Manuela Vitória de Araújo Farias de 19 anos, presa desde janeiro por tráfico de drogas no aeroporto de Bali, na Indonésia, vai ser interrogada pela justiça nesta terça-feira, 2.  O depoimento é uma das últimas etapas do julgamento antes da sentença, em que ela pode ser condenada à morte.

Em entrevista a uma emissora de TV local, Luiza Araújo, tia de Manuela afirmou que a jovem foi aliciada e ameaçada por uma quadrilha de Santa Catarina, onde a mãe mora. “Uma escola de surf ofereceu para ela um curso que ela gosta. A Manu foi sozinha, ela tentou desistir, mas foi ameaçada, por essa facção criminosa de Santa Catarina, inclusive toda a família”, disse.

CONTINUE LENDO...

“Parece um pesadelo e o pior de tudo é não saber quando vai terminar e nem como”, finalizou a tia da jovem.

Já Davi Lira, o advogado de defesa da paraense, disse o que espera da sentença. “Acho muito difícil a Manuela escapar sem uma punição, mas uma pena que escape da prisão perpétua, uma pena que escape da pena de morte”, disse o advogado Davilira

Em abril, as testemunhas de defesa de Manuela foram ouvidas. Após a instrução, haverá a sentença, ainda sem data definida.

Relembre o caso

Manuela foi presa em flagrante com cerca de três quilos de cocaína, no Aeroporto Internacional Ngurah Rai, em Bali, em janeiro deste ano. A droga foi descoberta pelos funcionários da alfândega quando ela passou pelo Raio-X do aeroporto, um dos mais movimentados do país. Em duas malas, ela levava cinco pacotes de cocaína. Em uma bolsa Louis Vuitton, ela levava ainda quatro comprimidos de clonazepam.

Segundo o Diretor de Investigação de Narcóticos de Bali, Kombes Iwan Eka Putra, Manuela relatou não saber que levava substâncias ilegais na bagagem. De acordo com o seu relato, foi prometido a ela entrar em uma escola de surfe em troca do transporte das bagagens.

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }