Reprodução
Reprodução

PC prende nove pessoas investigadas por abuso de crianças e adolescentes na Grande Belém

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

A Polícia Civil do Pará prendeu nove pessoas suspeitas de envolvimento em crimes sexuais praticados contra crianças e adolescentes na região metropolitana de Belém. Os suspeitos foram presos durante a “Operação Children” deflagrada pela Delegacia Especializada no Atendimento à Criança e ao Adolescente (DACA-CPC), que vem realizado a operação desde janeiro de 2023.

A operação cujo objetivo é dar cumprimento a mandados de prisão preventiva contra os investigados, na região metropolitana, já prendeu nove pessoas e segundo as investigações grade parte dos casos de abuso sexual contra crianças e adolescentes é caudado por um parente próximo.

CONTINUE LENDO...

“Estamos realizando diversas investigações para responsabilizar criminalmente os investigados por violência sexual contra crianças e adolescentes. Em grande parte dos casos de abuso sexual contra crianças e adolescentes, o abusador é o pai, um tio, um irmão ou outro parente que mora na mesma casa da vítima. É preciso ter atenção e ao perceber qualquer suspeita, procurar ajudar com a rede de proteção ou a Polícia Civil”, pontuou a delegada Daniela Ambrósio, da DEACA CPC.

Crimes

Na manhã da última terça-feira, 11, um homem foi preso no bairro Pratinha II, em Belém, durante uma ação que deu cumprimento a um mandado de prisão preventiva. Ele é investigado pela prática do crime de estupro de vulnerável praticado contra sua enteada de 12 anos. Segundo as investigações da DEACA-CPC, os abusos sexuais ocorriam desde que a vítima tinha 10 anos. Além disso, também é citado em outro caso estupro de vulnerável contra sua outra enteada, quando ela tinha 10 anos.

Ainda na semana passada, outro homem também foi preso no pelo mesmo crime. De acordo com inquérito do caso, ela havia praticado o abuso contra a filha de 11 anos no mês de dezembro de 2022.

“Com a coleta de provas e indícios de autoria e materialidade, as autoridades policiais representaram pelas medidas cautelares de prisão preventiva, que foram deferidas e cumpridas. Outras diligências estão sendo realizadas para prender outros suspeitos”, complementou a delegada Daniela Ambrósio.

Os presos, após receberem voz de prisão, foram encaminhados para unidade policial para procedimentos cabíveis, em seguida, levados para realização de exame de corpo de delito e conduzidos para a Central de Triagem da Marambaia, onde estão à disposição da Justiça.

Denúncias

É dever de todo o cidadão formalizar denúncia ao tomar conhecimento da prática de algum crime contra criança ou adolescente. A PCPA solicita a colaboração da população com informações que auxiliem em casos e investigações de violência contra crianças e adolescentes. As denúncias podem ser feitas via telefone e de forma anônima através do Disque-Denúncia 181.

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }