Divulgação
Divulgação

Piloto de lancha naufragada no Marajó segue preso

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

A Justiça negou o pedido de liberdade e manteve preso Marcos de Souza Oliveira, comandante da lancha Dona Lourdes II, que naufragou em 08 de setembro, perto da Ilha de Cotijuba deixando 22 mortos e uma criança desaparecida. O processo que estava na 1ª Vara de Inquéritos Policiais e Medidas Cautelares foi redistribuído para a 2ª Vara do Tribunal do Júri.

A negativa de liberdade foi decidida na última quinta-feira, 29, pelo juiz Líbio Araújo Moura, que acatou manifestação do Ministério Público e entendeu que não houve novos elementos no processo e que, segundo ele, ainda há risco de fuga.

CONTINUE LENDO...

“Assim, considerando a gravidade do delito praticado e potencialidade lesiva dele, entendo necessária a manutenção de seu encarceramento ante à necessidade de resguardar a ordem pública e pela garantia da aplicação da lei penal, ante o risco real de fuga, considerando a conduta adotado pelo custodiado após a ocorrência dos fatos”, despachou o magistrado.

O próximo passo da defesa é tentar convencer o novo juiz de que não houve dolo no naufrágio e impedir que Marcos seja julgado pelo Tribunal do Júri, que pode ser afetado pela forte comoção pública.

O piloto da lancha está detido no Centro de Triagem da Marambaia, em Belém, desde o dia 13 de setembro, quando foi preso pela Polícia Civil na casa de um cunhado em Ananindeua.

Seguem as buscas na lancha naufragada

Nesta sexta-feira, 30, completaram 23 dias do acidente com a lancha. Ao todo, foram 22 mortes e 66 sobreviventes, segundo a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Segup).

A menina Sofia Loren, de 4 anos segue desaparecida. Os bombeiros mantêm a busca diariamente dentro da lancha, que segue no fundo da Baía do Marajó.

O içamento da embarcação só deverá ser realizado em meados de outubro, quando a Segup concluir a licitação que contratará empresa especializada para fazer o serviço.

Com informações do Portal Notícia Marajó

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }