A esquerda, Luís Akay e Anna Laura. A direita, Ana Cláudia e Luís Akay. Foto: Reprodução/Redes sociais
A esquerda, Luís Akay e Anna Laura. A direita, Ana Cláudia e Luís Akay. Foto: Reprodução/Redes sociais

Polícia investiga desaparecimento de ex de namorado de paraense morta nos EUA

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

A Polícia Civil de Sorocaba-SP, abriu um inquérito que investiga o desaparecimento da jovem Ana Cláudia, ocorrido no dia 27 de fevereiro de 2017, quando teria namorado Luís Antônio Gomes Akay, assassino confesso da paraense Anna Laura Porsborg, de 22 anos, que desapareceu no dia 27 de dezembro de 2022 e teve o corpo ocultado nos EUA. Recentemente, ocorreu em Sorocaba a visita de policiais americanos que devem ajudar no caso.

Em 27 de fevereiro de 2017, a sorocabana, então com 24 anos, desapareceu. Ela morava no bairro Nova Esperança, zona oeste de Sorocaba Segundo a família, ela namorou Akay por um período.

CONTINUE LENDO...

Caso Anna Laura

A paraense Anna Laura Porsborg Costa, de 22 anos, de Santarém, morava nos Estados Unidos havia cinco anos. Ela desapareceu em 27 de dezembro. O desaparecimento ocorreu durante uma viagem com o namorado. O último contato foi de um hotel, onde ela estava hospedada com o namorado. Seriam as férias de fim de ano, que o casal passava em Los Angeles. Anna era militar das Forças Armadas dos Estados Unidos.

O suposto namorado dela foi preso e teria confessado o crime. Entretanto, o corpo de Anna nunca foi encontrado. A morte teria ocorrido em função do assassino não aceitar o fim do relacionamento.

Visita a Sorocaba

Conforme a Polícia Civil, na última semana, entre os dias 20 e 22, policiais do Departamento do Xerife do Condado de Los Angeles (Los Angeles County Sheriff´s Departament), EUA, estiveram no Departamento de Polícia Judiciária do Interior 7 (Deinter 7 – Sorocaba) realizando um trabalho de cooperação internacional.

O objetivo da visita é realizar a troca de experiências nas investigações de homicídios e desaparecimento de pessoas, inclusive atuando de maneira conjunta em crimes específicos nos dois países.

Com informações do portal Tem Mais.

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }