Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Prefeitura acompanha obras da Batista Campos, em Belém

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

No próximo mês de junho, a Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria de Urbanismo (Seurb), vai entregar totalmente revitalizada à população da cidade e para quem visita Belém mais uma praça: a da Batista Campos, que já está com 75% dos serviços avançados. Os recursos aplicados somam mais de R$ 5 milhões, para realizar a reforma de todo o espaço e dos equipamentos urbanos.

Mesmo ainda em obras, o espaço que data do século XIX e tombado pelo Departamento de Patrimônio Histórico Artístico e Cultural do Pará, foi alvo de pichações ocorridas recentemente. Para acompanhar as obras e anunciar medidas de segurança, o prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues; o secretário municipal de Urbanismo, Lélio Costa; e o inspetor-geral da Guarda Municipal, Joel Ribeiro, estiveram na praça, na manhã da última quinta-feira, 23.

CONTINUE LENDO...

“Ainda nem inauguramos a praça e algumas pessoas resolveram pichar. Eu fico perguntando: a quem interessa destruir obras que estão sendo reformadas? Será que isso tem algum outro objetivo? É o dinheiro público sendo usado. É um desrespeito com o povo de Belém, especialmente com os moradores dos bairros e as pessoas que frequentam o lugar”, lamenta o prefeito.

Edmilson Rodrigues pontuou também as medidas de segurança tomadas para o local. “Estamos aqui para mostrar soluções. Teremos monitoramento eletrônico e a presença da Guarda. Inicialmente, fazendo rondas e vamos nos preparar para, em breve, ter a presença permanente dos agentes aqui, para guardar este patrimônio, que é de toda humanidade. Além disso, a revitalização vai garantir iluminação especial, com 80 pontos de luminárias com LED”.

O prefeito ressalta a importância do lugar para a história, memória e cultura da cidade. “Esta praça é uma grande obra urbanística do século XIX para o XX, e não vamos deixar que tirem do povo de Belém o brilho e a emoção de tê-la como um dos seus monumentos urbanísticos”, afirma.

José Augusto Silva é engenheiro florestal e caminha na praça há um ano. Ele também considera as pichações feitas na praça “um tremendo absurdo”. “As pessoas não sabem dar valor ao que temos na cidade. Inclusive, um dia desses, passei e vi um escrito em um banco em que o trabalhador da Prefeitura já havia pintado, grafitado e ficou horrível. As pessoas precisam ser mais educadas e respeitar, porque esses serviços são feitos inclusive com dinheiro público, que é nosso”.

População e trabalhadores elogiam os serviços da Prefeitura

A praça é um dos principais cartões-postais da capital paraense e um dos espaços públicos de lazer mais frequentados pela população. O aposentado Carlos José, morador do bairro do Jurunas e que sempre passa pelo lugar, elogia o trabalho da gestão municipal.

“As reformas feitas nas praças de Belém estão sendo excelentes, como esta aqui, porque está revigorando a praça e nos sentimos agradecidos à Prefeitura por isso, porque é uma coisa que a gente vem cobrando há muito tempo e agora o prefeito está fazendo”, observa.

Franklin Farias, vendedor de coco na praça, relata que a movimentação até diminuiu, mas, com a revitalização, ele acredita que o movimento melhore a partir da boa iluminação, melhoria na segurança, atrativos culturais, porque a praça Batista Campos é um lugar de atração para as famílias.

Diferenciais das obras na Batista Campos

O secretário de Urbanismo, Lélio Costa, destaca que o principal diferencial nas obras de reforma e manutenção da praça Batista Campos é que há mais de 20 anos os lagos não eram reformados. “Eles estavam assoreados ao ponto de nem se ver o fundo dos lagos. Hoje a Prefeitura os deixou limpos e revitalizados. Todos os serviços são executados com autorizações dos órgãos patrimoniais”, explica.

Outra ênfase é o Castelinho, que também foi revitalizado, com os guarda-corpos reconstruídos, conforme existia há muitos anos, bem como os guarda-corpos dos Caramanchões.

Os serviços envolvem, ainda, a recuperação das calçadas de pedra de lioz, pintura dos coretos, reforma do quiosque da Guarda Municipal e recuperação dos brinquedos e da academia.

Segurança – A Guarda Municipal de Belém explica que a Batista Campos possui um posto, que foi desativado temporariamente para a reforma do espaço. Contudo, as rondas no logradouro público estão mantidas durante o horário de maior movimento.

A Guarda informa que a população também pode auxiliar o trabalho da GMB denunciando qualquer situação. Para isso, basta ligar para os números 153 ou 190 e a guarnição mais próxima irá ao local.

A praça Batista Campos está localizada no polígono compreendido entre a rua dos Tamoios, avenida Sezerdelo Corrêa, rua dos Mundurucus e travessa Padre Eutíquio, em Batista Campos, e foi tombada em 1983.

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }