Divulgação
Divulgação

Seminário discute regionalização do turismo no Oeste do Pará

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

O desenvolvimento econômico e social da região do Tapajós foi objeto de debate nesta terça-feira, 27, no Seminário de Regionalização do Turismo no Oeste do Pará, realizado no Centro de Convenções Sebastião Tapajós, em Santarém, no Pará, evento realizado pelo Ministério do Turismo, Prefeitura de Santarém, governo do Pará, com apoio da Sudam, Banco da Amazônia, entre outros parceiros.

O evento teve a exposição de instrumentos da Sudam como vetor de desenvolvimento do setor turístico da região, como por exemplo a concessão de inventivos e benefícios fiscais para empreendimentos hoteleiros. Os diretores da Sudam Aharon Alcolumbre (DPROS), Jorge Frota (DGFAI) e Wilson Ferreira (DIRAD) prestigiaram o seminário, que foi marcado pela assinatura de convênio entre Caixa Econômica Federal, MIDR e Mtur, para repasse de R$ 12.874.000,00 para obra de asfaltamento em Santarém.

CONTINUE LENDO...

O ministro do Turismo, Celso Sabino, e o secretário executivo do MIDR, Valder Ribeiro, discursaram no evento. Durante a participação, Celso Sabino destacou a importância da interiorização de rotas turísticas no estado e de seus atrativos culturais, gastronômicos, históricos e de aventura. A ação busca, ainda, trazer novos municípios da região para o Mapa do Turismo Brasileiro, podendo, assim, receber investimentos do MTur no desenvolvimento turístico das cidades. Atualmente, o estado do Pará conta com 54 municípios e 14 regiões turísticas no Mapa do Turismo.

“Estamos aqui trazendo políticas de regionalização do turismo, apresentando ações do ministério, como o Fungetur, destacando a importância do registro dos prestadores de serviços no Cadastur, tudo isso para fortalecer o setor do turismo em nossa região que é belíssima e tem um grande potencial”, disse o ministro na reunião.

O Pará tem vários contratos ativos com o Ministério do Turismo para obras de infraestrutura turística, totalizando quase R$ 60 milhões. Entre os projetos está a urbanização da Orla da Praia Grande, na Ilha da Caratateua, em Belém, no valor de R$ 9,5 milhões, e a construção do Centro de Cultura de Breves, com investimento de R$ 5,7 milhões.

Além disso, para melhoria da infraestrutura na estrada de acesso à Praia Ponta de Pedras, no oeste do Pará, importante destino turístico da região, o ministro Celso Sabino articulou a liberação de mais de R$ 12,8 milhões, via Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR), ao desenvolvimento do projeto.

“Essa é uma obra importante para diminuição das desigualdades regionais, para a geração de empregos e também uma mola propulsora para o turismo. Por isso é importante a colaboração do ministro Celso Sabino para essa obra que será lançada hoje”, ressaltou o secretário executivo do MIDR, Valder Ribeiro.

Com informações da Sudam e do Ministério do Turismo

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }