Reprodução/Agência Pará
Reprodução/Agência Pará

Sespa alerta para a importância do diagnóstico e tratamento precoce no combate ao câncer de mama

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Prevenir, conscientizar e alertar sobre a importância do diagnóstico precoce e compartilhar informações sobre o câncer de mama são alguns dos objetivos do movimento “Outubro Rosa”, mês escolhido para combater a doença. A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) destaca importância do autocuidado e realiza algumas ações ao longo do mês.

A forma mais eficaz de identificar o câncer de mama é realizando o exame clínico das mamas e a mamografia, com ou sem sinais e sintomas. A atenção primária, feita pelas unidades de saúde, é o primeiro passo para o atendimento das pacientes, que é orientada a realizar os exames diagnósticos, como ultrassonografia, mamografia e biópsias.

CONTINUE LENDO...

De acordo com a coordenadora estadual de oncologia da Sespa, Patrícia Martins, no período de janeiro a julho deste ano, foram realizados 32.411 mamografias, 19.760 ultrassonografias, 344 biopsias de mama e 363 biopsia para retirada de nódulo mamário. Patrícia Martins explica sobre a importância do diagnóstico precoce e o trabalho desenvolvido.

“A coordenação de oncologia vem trabalhando para a ampliação e fortalecimento dos serviços de diagnóstico mamário. É importante que os municípios façam o rastreamento mamográfico das mulheres na faixa etária de 50 a 69 anos, principalmente as que nunca realizaram esse exame ou realizaram há mais de 2 anos”, explicou.

Atualmente, o Pará conta com 27 Serviços de Diagnóstico Mamário (SDM), distribuídos nas 12 regiões de saúde. As usuárias tem acesso aos exames de mamografia e ultrassonografia, consulta com mastologistas, realização de biopsia.

Programação

Para celebrar a data, a Sespa realizará algumas ações estratégicas. No sábado, 15, será realizado mutirão de cirurgias para retirada de nódulo de mama, no qual serão atendidas 30 mulheres. As pacientes já passaram pelo serviço de triagem da Unidade de Referência Especializada Materno Infantil e Adolescentes (Uremia) e as cirurgias são realizadas no Hospital Santa Casa de Misericórdia do Pará.  Ao todo, serão 90 mulheres beneficiadas nos meses de outubro a dezembro

As ações também serão intensificadas nos hospitais da rede estadual, como Policlínica Metropolitana, Policlínica de Tucuruí, Hospital Regional Abelardo Santos e Hospital Regional dos Caetés, Hospital Regional de Breves, Hospital Regional de Redenção e Hospital Regional de Altamira, com os serviços de exames de mamografia, biopsia e consultas especializadas.

“Outubro Rosa”
Criado na década de 90, a campanha “Outubro Rosa” tem como objetivo alertar tanto mulheres como a sociedade sobre a importância da prevenção e o diagnostico precoce do câncer de mama. Vale ressaltar que este tipo de câncer é um dos casos que mais acomete mulheres no país. Apesar de acometer mais mulheres, o câncer de mama também pode atingir os homens em uma menor escala.

Fonte: Agência Pará.

VER MAIS

VER MAIS