Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Vídeo: polícia prende suspeito de matar mulher após se defender de importunação sexual na Grande Belém

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Um homem suspeito de matar Elinete de Sousa Moreira, de 35 anos, foi preso na manhã desta quarta-feira, 26, em uma casa de veraneio da família na ilha de Mosqueiro, na Grande Belém. Ele teria assassinado a vítima a tiros em um bar, na Cidade Nova 6, em Ananindeua.

A vítima foi assassinada no dia 16 de junho após ser importunada várias vezes e dizer “não” ao suspeito.

CONTINUE LENDO...

A investigação, conduzida pela Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Belém e Ananindeua, e a Delegacia de Feminicídio, identificou o homem ainda em junho e estava foragido. O mandado de prisão preventiva contra o suspeito foi cumprido nesta quarta.

Segundo a Polícia Civil, ele estava escondido na casa de veraneio da família. Ele foi conduzido para os procedimentos cabíveis na Delegacia e está à disposição do Poder Judiciário. Ele responderá pelo crime de feminicídio.

Assista:

O caso

Uma mulher foi morta a tiros, vítima de importunação sexual, na tarde da última sexta-feira, 16, próximo à feira da Cidade Nova 6, em Ananindeua, Região Metropolitana de Belém.

A vítima estava bebendo em uma mesa de bar e Bruno estava em outra. Ele começou a chamá-la insistentemente, querendo flertar, assim que ela levantou ele deu um tapa em seu bumbum. Ela não gostou e começou a xingá-lo e deu um tapa em sua cara. Após a mulher desferir o tapa, Bruno afirmou que ia matá-la.

Mulher é morta a tiros após reagir a importunação sexual em Ananindeua — Foto: Reprodução/Redes Sociais

O criminoso então pegou a bicicleta e saiu, voltou minutos depois com uma arma e apontou para a vítima, que ainda tentou fugir, porém, ele correu atrás dela e efetuou quatro disparos pelas costas. A vítima morreu na hora.

Saiba mais:

Mulher é morta a tiros após reagir à importunação sexual em Ananindeua

Suspeito de importunar sexualmente e matar mulher na Grande Belém era DJ no local

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }