Foto: Cassio Leal / Roma News
Foto: Cassio Leal / Roma News

Vídeo: Segup detalha esquema de segurança para Cúpula da Amazônia, em Belém; confira

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Durante a entrevista coletiva realizada na tarde desta quarta-feira, 02, pela Secretaria de Segurança Pública de Estado do Pará (Segup), o secretário Ualame Machado anunciou as medidas que serão tomadas pelos órgãos de segurança para o evento. As forças de segurança federais, estatuais e municipais atuarão em conjunto durante a realização do evento da Cúpula da Amazônia que acontece nos próximos dias 8 e 9 de agosto, em Belém.

As ações visam reforçar a segurança no entorno do local do evento, assim como, na capital do Estado, com monitoramento ostensivo das vias e apoio às escoltas que farão a logística de transporte das autoridades presentes no encontro, para isso, 12 órgãos estarão integrados para cobrir o evento.

CONTINUE LENDO...

Foto: Cassio Leal / Roma News

Segundo o secretário, o planejamento para o evento vem ocorrendo meses antes, para a preparação das forças de segurança.

“Nós trabalhamos de forma integrada várias reuniões seguidas, por meses inclusive, para que nós pudéssemos preparar toda a parte de segurança, de transporte de autoridades para esses eventos que Belém está recebendo. Não só o diálogo da Amazônia garantindo que as pessoas que vão frequentar esse evento possam transitar com tranquilidade, mas também a recepção dos chefes de estado”, disse o secretário.

A superintendente Regional da Polícia Federal em exercício, delegada Giselle Fonseca, pontuou a participação da PF como líder situacional do esquema de segurança que envolve as autoridades e líderes dos países que estarão em Belém nos dias 08 e 09 de agosto.

“Todo o trabalho de segurança desenvolvido para atender as autoridades que estarão presente em Belém são de nossa atribuição. Nossos agentes são preparados para esse tipo de execução. Temos todo um aparato necessário para apoio das escoltas e da segurança das autoridades. Essa operação de segurança está sendo orquestrada com todas as forças de segurança pública e o papel da Polícia Federal é principalmente na segurança de dignitários”, explicou a delegada Giselle Fonseca.

Ações

Para reforçar as ações do estado em apoio ao evento, os órgãos de segurança suspenderam as férias do efetivo no período de 01 a 10 de agosto. 

Além da integração das forças de segurança equipes do Corpo de Bombeiros Militar e polícias Civil e Científica foram designadas para prestar apoio na fiscalização, perícia e averiguação dos espaços onde as autoridades de estado estarão presentes. Os locais também sofrerão varredura dos esquadrões anti-bomba realizados pela polícia Federal com o apoio do Estado por meio das polícias Civil, Militar e Científica.

Foto: Cassio Leal / Roma News

As escoltas dos ministros de Estado dos países e dos representantes dos Governos Estaduais do Brasil serão realizadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) com apoio da Polícia Militar. A segurança dos chefes de Estado e presidente da República será realizada pela Polícia Federal e Forças Armadas.

Foto: Cassio Leal / Roma News

Trânsito

Equipes do Detran e da PRF estarão com batedores e bloqueio temporário das vias, a fim de auxiliar as escoltas das autoridades. A organização do trânsito em torno do local do evento e nas vias de acesso ao Hangar contará com o apoio da Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob) e da Guarda Municipal de Belém.

Assista:

VER MAIS

VER MAIS