Ifood se une com concorrente

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

CONTINUE LENDO...

A empresa de entregas de comida, Ifood, fechou parceria com uma de suas ‘concorrentes’ no setor de entregas de supermercado, a Daki, para operarem juntas comercialmente. O novo serviço se chama ‘Express by Daki’, dentro do aplicativo da Ifood e vai realizar entregas de produtos de supermercado em Belo Horizonte e São Paulo. Um segundo serviço será implementado em breve, o ‘Super by Daki’, que entregará compras maiores, com entregas agendadas.

VER MAIS

Grupo da Terra visita ilha do Combu

Representantes do Grupo da Terra, coordenado pelo Ministério da Saúde, estiveram na ilha do Combu na quarta-feira, 17, com o objetivo de conhecer as ações de saúde realizadas nas ilhas e ouvir moradores e movimentos sociais. Criado em 2005 pelo Ministério da Saúde, o Grupo da Terra é uma organização composta por representantes de entidades da sociedade civil e órgãos governamentais para discutir e propor políticas públicas voltadas para camponeses, ribeirinhos, quilombolas e comunidades tradicionais do País.

Read more

Giuliana Morrone dará palestra para jornalistas

Com mais de 30 anos de experiência em cobertura da política nacional e internacional, a jornalista Giuliana Morrone será uma das palestrantes convidadas da próxima caravana "Secom Por Todo o Pará", que vai acontecer no município de Marabá, sudeste paraense, neste sábado, 20, no Carajás Centro de Convenções. A jornalista trabalhou por 28 anos na TV Globo, onde foi repórter, apresentadora de telejornais e comentarista. O evento visa preparar a comunicação pública para a COP-30.

Read more

Foto com trajes religiosos

Por unanimidade, o Supremo Tribunal Federal (STF) entendeu possível o uso de trajes religiosos em fotos de documentos de identidade oficiais. No caso, a União questionava decisão do TRF da 4ª região que autorizou freira a utilizar hábito religioso em sua foto da CNH, contrariando resolução de 2006 do Contran. Para o relator, ministro Barroso, o impedimento ao uso de símbolos é uma afronta à liberdade religiosa e à proporcionalidade, não havendo qualquer afronta à segurança pública, pois é plenamente possível identificar o rosto da pessoa, mesmo com a cabeça coberta.

Read more

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }