Foto: Ag. Brasil
Foto: Ag. Brasil

Quanto os bancos, mineradoras e outros já doaram para ajudar o povo gaúcho?

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

CONTINUE LENDO...

A jornalista Cristina Serra, paraense que já trabalhou na TV Globo, fez uma postagem nas suas redes sociais fazendo um questionamento pertinente: “Quanto que os bancos, as empresas da cadeia do agronegócio, da mineração, as federações e confederações dos vários ramos de atividade econômica, etc., etc. doaram até agora para ajudar o povo gaúcho? Me digam. Vou ficar feliz de saber”.

VER MAIS

Torcida do Papão ainda está nas nuvens com a goleada de 6 a 0 contra o Vila Nova

A torcida do Paysandu está nas nuvens desde a goleada por 6 a 0 contra o Vila Nova, na primeira partida da decisão da Copa Verde. O resultado praticamente garante o tetracampeonato para o bicolor. Mas o que mais surpreendeu foi que – como se costuma dizer no Pará – o time “desembestou” e mostrou do que é capaz. A esperança, agora, é que o bom futebol se repita no Brasileirão da Série B, onde a equipe ainda não decolou.

Read more

Como surgiu a procissão de Corpus Christi, feriado nacional na próxima quinta-feira, 30

Na próxima quinta-feira, dia 30, será feriado nacional de Corpus Christi. Para compreender a razão do feriado, o padre Alex Nogueira, mestre em Direito Canônico, retorna ao ano de 1264, quando um milagre eucarístico aconteceu na cidade italiana de Bolsena. “As relíquias da Santíssima Eucaristia, que tinham se transformado em carne ensanguentada, foram levadas em procissão até a cidade de Orvieto. Já havia no mundo católico um movimento para o reconhecimento de uma festa da Eucaristia. O acontecimento milagroso levou o Papa Urbano IV a decretar a vivência litúrgica da solenidade para toda a Igreja Católica. Desde então, a procissão acontece todos os anos, sessenta dias após a Páscoa, numa quinta-feira, visto que a última ceia de Jesus aconteceu também em uma quinta-feira. Foi nesta ceia que Cristo instituiu a Santíssima Eucaristia, à qual Ele está realmente presente em corpo, sangue, alma e divindade...”.

Read more

Ofensa no ambiente de trabalho, nas redes sociais, dá demissão por justa causa

Ofensas no ambiente de trabalho podem causar demissão por justa causa. No início do mês foi divulgada uma decisão da 4ª Câmara do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (Campinas e interior de SP) reconhecendo a validade da justa causa aplicada por uma empresa de alimentos a uma empregada depois por ela ter postado em sua rede social uma foto de uma colega de trabalho cega, acompanhada de cão-guia, na frente da empresa, com ofensas relacionadas a sua capacidade laboral, ao afirmar que “esta pessoa só quer aparecer na mídia e ter desconto no Imposto de Renda, porque só faz número, não faz nada... só cumpre horário”. Todo cuidado é pouco com o que se posta nas redes sociais com relação ao trabalho.

Read more

VER MAIS