Veja como foi o domingo do segundo turno das eleições no Pará

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Neste domingo, 30, mais de mais de 6 milhões de eleitores foram às urnas no 2ª turno das Eleições em 19 mil seções no Pará eleger o Presidente da República, já que no Estado não terá disputa em nível regional. Disputam o segundo turno no cargo de presidente: Bolsonaro (PL) e Lula (PT). A votação foi das 8h às 17h.

Veja como foi o domingo do segundo turno das eleições no Pará:

CONTINUE LENDO...

17h

Portões fechados, dá início a apuração para Presidente do Brasil.

16h52

No terminal da Universidade Federal do Pará (UFPA) o movimento é fraco.

16h49

16h27

Alguns eleitores começam a procurar os locais de votação momentos antes do fechamento dos portões.

16h28

Durante a operação em conjunto entre agentes de transporte da Semob e a Guarda Municipal, neste domingo, 30, foi realizada uma autuação devido queima de ponto de parada de ônibus que faz alinha Outeiro/São Brás.

16h20

De acordo com as informações da Polícia Civil, 15 prisões foram efetuadas em todo o estado. A maioria das ocorrências envolvem uso de equipamento eletrônico nas seções eleitorais.

16h16

O Tribunal Regional Eleitoral do Pará informa que até o início da tarde deste domingo do 2º turno das Eleições 2022 (30/10), foram registradas 115 ocorrências em urnas eletrônicas, das quais apenas 61 precisaram ser substituídas, o que equivale a 0,33% do total de equipamentos utilizados. Das 29 ocorrências registradas em Belém, somente 5 urnas eletrônicas foram, de fato, substituídas e representam 0,18% do total.

15h56

Prefeito de Belém Edmilson Rodrigues (PSOL) informou em suas redes sociais, que determinou o início imediato de uma força tarefa, com agentes da Semob e Guarda Municipal, para garantir o cumprimento do decreto que autoriza o passe livre nos ônibus da capital, e o direito ao transporte coletivo neste domingo. Edmilson disse que já acionou a Setransbel para o cumprimento do decreto 105.404 de 18 de outubro de 2022.

15h24

Mais flagrante de desrespeito a Lei Seca no Pará, desta vez, na Rua Curuçambá Oeste e Rua Rio Tapajós, no bairro do PAAR, em Ananindeua, na Grande Belém. Assista:

14h46

Dois eleitores se envolveram em uma briga no Colégio Padre Gabriel Bulgarelli, localizado na Estrada do Maguari, bairro Centro, em Ananindeua, na Grande Belém. Segundo o 29º Batalhão de Polícia Militar (BPM), a vítima foi socorrida e encaminhada para o Hospital Metropolitano de Urgência. E o suspeito foi detido e encaminhado para a Seccional de Ananindeua.

14h17

O Mirante do Rio, na Universidade Federal do Pará (UFPA), que é o maior colégio eleitoral de Belém, a movimentação é considerada tranquila para a votação deste segundo turno, que segue sem registro de filas.

14h14

Brasil já tem 2.630 urnas substituídas, segundo informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

13h53

Reportagem do Portal Roma News flagra eleitores descumprindo a Lei Seca no bairro da Marambaia, em Belém. Na Avenida Rodolfo Chermont, por exemplo, há flagrante de venda e consumo de bebidas alcoólicas neste segundo turno das Eleições 2022. No Pará, a prática é proíbida das 0h às 18h deste domingo, 30. Assista:

13h45

Desde o início do pleito eleitoral até às 13h foram registradas sete ocorrências relacionadas à propaganda eleitoral irregular no Estado do Pará, tentativa e violação de sigilo de voto e boca de urna, nos municípios de Eldorado do Carajás, Tucuruí, Novo Repartimento, Tailândia e Porto de Moz.

13h22

Eleições seguem tranquilas nas escolas da capital paraense. Na scola Estadual Amílcar Alves Tupiassu, no bairro da Cremação, por exemplo, o cenário é de salas vazias, sem filas.

Foto: Júnior Cunha/Roma News

12h52

No segundo turno, o aplicativo Pardal, segundo o TRE do Pará, recebeu 377 denúncias acerca de Propaganda Eleitoral Irregular. Entre os municípios mais acessados, estão: Belém (166 denúncias), Ananindeua (26), Benevides (13) e Marabá (13). A Região Metropolitana de Belém corresponde a quase 60% das denúncias formuladas. A população tem participado de forma efetiva, com envio das evidências das irregularidades eleitorais.

Na descrição das denúncias formuladas pela população temos: uso de bandeiras, adesivos, cartazes, de forma não autorizada, assim como interdição de vias públicas, veículos públicos realizando propaganda de candidatas e candidatos.

12h21

Até o momento, foram registradas duas prisões, uma em Tucuruí e a outra no município de Porto de Moz.

12h19

TRE no Pará informa que 43 urnas foram substituídas até o momento no Pará, neste segundo turno. NO Brasil, segundo TSE, foram substituídas 1883

11h39

Em coletiva para imprensa após a votação, Helder disse que todo efetivo da Polícia Militar, da Polícia Civil e demais órgãos da Secretaria de Segurança à disposição do Tribunal Regional Eleitoral. “Agora é aguardar o resultado das urnas para que, na condição de governador, possa dialogar com o próximo presidente para firmar parcerias que permitam obras, benefícios e conquistas. E buscar o modelo de desenvolvimento sustentável para Amazônia”, declarou.

11h30

Helder estava acompanhado da esposa, Daniela Barbalho, e do filho mais velho, Helder Filho. A votação do governador foi rápida, diante da tranquilidade apresentada na seção eleitoral.

11h26

O governador do Pará, Helder Barbalho, chegou à Escola Estadual Dom Alberto Galdêncio Ramos, no Paar, para votar neste segundo turno das eleições. De camisa branca, ele foi recepcionado por vários eleitores e seguiu para a seção eleitoral.

11h11

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) informou que, desde o início do pleito eleitoral até às 10h30, duas ocorrências de crimes eleitorais foram registradas no Pará. Elas estão relacionadas aos crimes de propaganda eleitoral irregular e sigilo do voto, no município de Eldorado do Carajás.

A Segup também informou que mais de 405 estabelecimentos foram fiscalizados por causa da Lei Seca. Até o momento, não teve nenhum registro de aplicação administrativa em todo o território paraense. A restrição da venda e do fornecimento segue até 18 horas.

11h01

O Tribunal Regional Eleitoral do Pará informou que 31 urnas eletrônicas foram substituídas, o que equivale a 0,17% do total de urnas utilizadas nas seções eleitorais em todo o estado do Pará (17 mil), na manhã deste 2º turno das Eleições 2022. As principais ocorrências estavam ligadas ao terminal do eleitor e do mesário e, na maioria das vezes, o problema foi solucionado ao reiniciar os equipamentos.

O TRE do Pará disse ainda que a votação segue tranquila. Também não foram registradas ocorrências graves. Apenas uma ocorrência foi registrada na 40ª Zona Eleitoral (Tucuruí) envolvendo o uso de equipamento eletrônico na seção eleitoral.

10h43

Na Escola Estadual Dom Alberto Galdêncio Ramos a movimentação não é por conta das filas, porque não têm, mas porque as pessoas querem ver o governador Helder Barbalho. Ele vota agora pela manhã nesse colégio que está localizado no bairro do Paar, em Ananindeua.

10h41

Na escola Maria Araújo de Figueiredo, em Ananindeua, não há filas na maior parte das seções.

10h37

Até às 9h30, 926 urnas foram substituídas no país. A informação foi divulgada pelo Tribunal Superior Eleitoral no 1º Boletim do segundo turno das eleições.

10h32

As denúncias e reclamações a respeito da prestação do serviço de ônibus em Belém neste domingo, como redução de frota e queima de parada, podem ser feitas nos canais de atendimento da Semob. São eles: Twitter (@semob_bel), Instagram (@semob.pmb) e Facebook (@semob.pmb). Também pode formalizar à Ouvidoria pelo site (http://semob.belem.pa.gov.br), e-mail (ouvidoria.semob@cinbesa.com.br) ou WhatsApp (91) 98415-4587.

10h25

No Colégio Catarina Labouré, no bairro da Sacramenta, em Belém, a situação é bem diferente da que foi apresentada no primeiro turno. Apesar da movimentação intensa nos corredores, os eleitores estão demorando pouco tempo na fila, sendo de apenas 10 minutos neste segundo turno.

10h20

Apesar da movimentação nos corredores, muitas salas da Escola Estadual Alves Maia, no Telégrafo, estão vazias. Não há filas para votar.

10h18

No mercado do Ver-o-Peso, em Belém, nos dois portos que fazem travessia para o município de Barcarena, na Região Metropolitana, usuários enfrentam fila. De acordo com informações, as lanchas estão demorando muito a sair, deixando crianças e idosos esperando no sol.

10h16

Alguns locais de votação do Pará apresentaram problemas nas urnas eletrônicas, o que provocou demora e até paralisação na hora de votar. O TRE-PA ainda não divulgou informações sobre o número de equipamentos que precisaram ser substituídos. Mas teve registro em colégios de Belém e Ananindeua.

10h03

A primeira-dama Michelle Bolsonaro votou na manhã deste domingo em uma seção eleitoral no Distrito Federal vestida com uma camisa em homenagem a Israel.

Reprodução

09h56

A fiscalização também ocorre no Trapiche de Icoaraci. Para saber mais sobre essa gratuidade, basta acessar o link com a matéria completa.

09h55

Em Belém, agentes de transporte da Semob estão fiscalizando as garagens das empresas, terminais de linha e terminais Mangueirão e Maracacuera, para garantir o cumprimento do decreto sobre a gratuidade no transporte público durante o 2º turno das eleições.

09h50

Mais de 8 mil agentes de segurança estão envolvidos nas eleições no Pará. O monitoramento está sendo feito no Centro Integrado de Comando e Controle do Estado (CICCE), localizado na avenida Almirante Barroso. Os trabalhos começaram na última quinta-feira, 27, e com o objetivo de reforçar a segurança durante o pleito.

09h36

Mas há locais em Belém onda não há fila para votar neste segundo turno. É o caso da Escola Superior de Educação Física da UEPA.

Junior Cunha/ Roma News

09h20

O candidato à presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT) votou na manhã deste domingo, 30, na escola estadual João Firmino, no bairro Assunção, em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista.

09h17

O trânsito na Rodovia BR-316 é tranquilo neste domingo de eleição. Em frente ao Shopping Castanheira, o trânsito estava fluindo.

09h11

A movimentação no Terminal Rodoviário de Belém é considerada tranquila. O Governo do Pará autorizou, por meio do Decreto nº 2.695/2022, o uso gratuito de transporte intermunicipal rodoviário e fluvial para o eleitor que vota em um município diferente de onde mora.

09h06

Muitas pessoas ainda estão com problemas para saber qual é o novo local de votação das 14 seções que funcionavam na Escola Santa Luzia, no bairro da Sacramenta. Apesar do aviso do TRE, muitos eleitores ainda estavam confusos e davam de cara com os portões fechados do colégio, que foi interditado por problemas estruturais. No total, 6.406 eleitores pertencem a essas 14 seções. Confira os novos locais de votação aqui.

09h03

Na Escola Estadual Leonor Nogueira, no Conjunto Medice 2, na Marambaia, também há registro de filas.

Danielle Zuquim/ Roma News

08h53

Em Marabá, no sudeste do Pará, muitas pessoas foram votar na manhã deste domingo, com filas sendo registradas em vários locais de votação. É o caso da Escola Paulo Freire, localizada no bairro Belo Horizonte

Reprodução/ Redes Sociais

08h43

Apesar de ter filas em alguns locais de votação, a situação nem se compara com o que ocorreu no primeiro turno, quando foram registrados filas enormes e muita reclamação na demora para votar.

08h29

O TRE do Pará também divulgou que a maior zona eleitoral do estado é a 43ª Zona, pertencente ao município de Ananindeua, com 174.916 eleitoras (es) aptas (os) a votar. A maior zona eleitoral de Belém é a 73ª Zona com 130.443 eleitoras (es) aptas (os) a votar. O maior local de votação do estado é a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Luiz Nunes Direito, pertencente à 72ª Zona Eleitoral, município de Ananindeua, com 13.014 Eleitores aptos. O maior local de votação de Belém é a Universidade Federal do Pará (UFPA), pertencente à 29ª Zona Eleitoral, com 9.632 eleitoras (es) aptas (os) a votar.

08h24

Se no Augusto Meira tinha fila para votar, no Paes de Carvalho a movimentação é tranquila.

08h22

Apesar da expectativa do TRE do Pará ser de que a votação poderia ser rápida, ainda há registro de demora para registrar o voto.

08h19

Confira a lista com os 15 maiores colégios eleitorais do estado do Pará:

  1. Belém 1.065.620
  2. Ananindeua 348.936
  3. Santarém 237.660
  4. Marabá 185.129
  5. Parauapebas 182.543
  6. Castanhal 138.488
  7. Abaetetuba 119.594
  8. Cametá 100.371
  9. Barcarena 94.687
  10. Altamira 89.576
  11. Bragança 89.468
  12. Itaituba 87.719
  13. Tucuruí 75.502
  14. Paragominas 73.912
  15. Redenção 65.286

08h15

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, se manifestou na hora que a votação começou. O ministro desejou um domingo de votação com muita paz, segurança, consciência e esperança.

08h10

Candidato à reeleição para a Presidência do Brasil, Bolsonaro votou logo que os portões abriram na manhã deste domingo, 30. Agora, o presidenciável segue para o aeroporto do Galeão receber os jogadores do Flamengo que ganharam pela terceira vez, a Libertadores.

08h00

A votação começou em todo o Brasil. No Pará, os eleitores escolhem apenas o presidente.

07h59

Os cinco maiores locais de votação no Pará são os seguintes: E.E.E.F.M Luiz Nunes Direito (Ananindeua) com 13.014 eleitores; E.E.E.F.M. Agostinho Monteiro (Ananindeua) com 10.613 eleitores; Universidade Federal do Pará (Belém) com 9.632 eleitores; EEEFM José Alves Maia (Belém) com 9.365 eleitores e E.E.R.C.F Santo Afonso (Belém) com 9.303 eleitores.

07h57

Na Escola Augusto Meira, um dos maiores colégios eleitorais de Belém, a movimentação é intensa. Falta pouco para começar a votação.

7h54

Neste domingo, 30, 314.803 eleitoras e eleitores no país poderão votar em trânsito no segundo turno das Eleições 2022. Ou seja, essas pessoas vão estar fora da cidade que moram e pediram para votar em outro local. Isso é possível porque esses eleitores solicitaram previamente o voto em trânsito à Justiça Eleitoral. Ou seja, avisaram com antecedência – entre os dias 18 de julho e 18 de agosto – que, em eventual segundo turno, estariam em outra cidade.

7h51

Na Assembleia Paraense da Presidente Vargas já tem muito eleitor no aguardo.

7h48

Faltando pouco mais de 10 minutos para o início das eleições, muitas pessoas já estão na frente dos locais de votação. As filas se formam. Mas deve se dispersar quando os portões abrirem.

7h41

O TRE do Pará estima que até as 21h30 o eleitor já deve saber quem será o novo presidente do país. No 1° turno, por causa da quantidade de candidatos que precisavam ser escolhidos, grandes filas se formaram em várias seções eleitorais no estado. A média de tempo de votação no primeiro turno foi de um minuto. Com apenas um candidato para escolher neste segundo turno, a média deve cair para 12 segundos.

7h36

Nova Zelândia, Austrália, Coreia do Sul e Japão já encerraram as votações neste segundo turno das eleições.

7h29

Após uma decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que foi seguida pelo Governo do Pará e prefeituras, os eleitores que votam no segundo turno neste domingo, 30, dispõem de transporte gratuito. Em Belém, a gratuidade nos ônibus seguem a determinação, com as pessoas subindo pela porta traseira do veículo.

7h25

Quase 700 mil brasileiros também vão as urnas em outros países para escolher o presidente. No exterior, o maior colégio eleitoral brasileiro, fica em Lisboa, em Portugal, com a expectativa de receber mais de 45 mil eleitores. O horário da votação é o mesmo do Brasil, das 8h às 17h, porém, aplicado no fuso horário do país que a pessoa está.

7h20

Em outra zona eleitoral, também já tem fila. É o caso do Colégio Gentil Bittencourt, onde muitos idosos esperam a abertura dos portões.

7h13

Na frente do Colégio Santa Catarina, localizado na avenida Nazaré, já tem gente esperando o portão abrir. As eleições começam às 8 horas.

Junior Cunha/ Roma News

7h09

O trânsito em Belém ainda está tranquilo na manhã deste domingo.

Junior Cunha/ Roma News

7h08

No Brasil, 156 milhões de pessoas estão aptas para votar no segundo turno para escolher o presidente. Em alguns estados também tem segundo turno para governador. São eles: Alagoas, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo. A votação acontece em 5.570 cidades do país e em 181 localidades no exterior.

7 horas

Neste segundo turno, o Pará volta a ter a “Lei Seca”. Desde 00h até 18 horas, a venda e a distribuição de bebidas alcóolicas estão proibidas. Além disso, No Pará, o estado e a as prefeituras colocaram os transportes públicos à disposição da população.

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }