Foto: Liliane Moreira
Foto: Liliane Moreira

Antônio de Oliveira se une a Elói Iglesias e Belém de Belém para ovacionar o Norte no single ‘Eu Quero Ver No Pará’

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

O olhar para o Norte, as ruas de Belém nos domingos de junho e a praia de Ajuruteua, em Bragança (PA), são algumas das celebrações da ode ao Pará entoada na união entre o cantor paraense Antônio de Oliveira, o icônico Elói Iglesias e a musicista Belém de Belém no single “Eu Quero Ver no Pará”, apresentado por Natura Musical. A faixa do novo álbum anunciado por Antônio de Oliveira é lançada nesta sexta-feira, 24 de maio, nas plataformas digitais (PRÉ-SAVE: http://tunelink.to/cqg9W). É um convite para dançar “mesmo sem saber, mesmo sem par”, em mais um capítulo da nova fase do compositor paraense que retorna para exaltar a Amazônia e a música brasileira produzida no Pará.

“Queria uma música que despertasse no imaginário um passeio, pelas ruas da minha cidade, pelas noites de bailes da saudade, e que também fosse um chamado para olhar rumo à direção Norte, para a Amazônia”, comenta Antônio.

CONTINUE LENDO...

“Eu Quero Ver no Pará” é o segundo single do novo álbum do artista, com previsão de lançamento para julho de 2024. O projeto foi selecionado pelo edital Natura Musical, por meio da lei estadual de incentivo à cultura do Pará (Semear), ao lado de nomes como Anna Suav e Bruna BG, Bando Mastodontes, Chico Malta, Circuito Mangueirosa, Liège, Metaleiras da Amazônia, Lucas Estrela e Thais Badu. No Estado, a plataforma já ofereceu recursos para mais de 80 projetos até 2022, em diferentes formatos e estágios de carreira, como Dona Onete, Raidol, Nic Dias e os festivais Mana, Lambateria e Psica.

Antônio de Oliveira assina a composição da faixa junto ao conterrâneo Felipe Cordeiro, com produção musical do paulista e ex-baixista de Gal Costa, Lucas Martins.

Segundo Antônio, a proposta da nova fase da carreira, que marca um retorno à música, é juntar às raízes fincadas na música nortista moldes ainda mais dançantes, sem deixar a politização nos versos, vislumbrando estourar a bolha para fora da região. “Eu faço música sobre o que eu quero gritar, e essa música fala de um chamado a olhar rumo à direção Norte, que é onde estão minhas origens, minhas inspirações no fazer artístico, e é onde eu penso que agora o negócio tem que acontecer, é o lugar por onde quero seguir forte”.

“Fui criado dentro do fenômeno cultural paraense que é o Arraial do Pavulagem, e dentro desse imaginário de cores e dança vive a inspiração para essa canção e para todo o novo álbum que está por vir”.

Sobre o artista
Compositor e cantor paraense, Antônio de Oliveira cresceu no meio de uma das principais manifestações culturais e artísticas do estado do Pará, o Arraial da Pavulagem, onde experimentou desde menino o que é estar no palco. O contato com a cultura popular desde menino o levou para o seu primeiro EP, lançado em 2016, “O Bloco Aqui Pra Você Ó”. Na estreia, Antônio reuniu sonoridades da batucada marcante nas ruas de Belém às reflexões pessoais sobre o que é viver na Amazônia. Uma de suas músicas mais conhecidas, “Saravá”, traz atravessamentos de corpo, mente e alma que ressoam nos cultos de religiões de matrizes africanas. Já colaborou com artistas como Thais Badu, Pelé do Manifesto, Dj Waldo Squash (da Gang do Eletro), entre outros.

Sobre Natura Musical
Natura Musical é a plataforma cultural da marca Natura que há 18 anos valoriza a música como um veículo de bem estar e conexão. Desde seu lançamento, em 2005, o programa investiu mais de R$ 190 milhões no patrocínio de mais de 600 artistas e projetos em todo o Brasil, promovendo experiências musicais que projetam a pluralidade da nossa cultura. Em parcerias com festivais e com a Casa Natura Musical, fomentamos encontros que transformam o mundo. Quer saber mais? Siga a gente nas redes sociais: @naturamusical.

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }