Bailarinos paraenses participam do Congresso Nacional de Dança Contemporânea, em São Paulo

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Dois bailarinos paraenses estão participando do Congresso Nacional de Dança Contemporânea, em São Paulo. Irlande Júnior e Everson Eli, são de Ananindeua, e foram contemplados com as bolsas de estudo durante a primeira edição do Dança Carajás Festival, realizado pela JA Produções Artísticas, em Parauapebas, sudeste paraense.

Os bailarinos, da Casa Ribalta Escola de Dança, receberam a bolsa após serem premiados como destaques no workshop de Dança Contemporânea ministrado pelo professor Fábio Alcântara, no Dança Carajás Festival, em setembro de 2023.

CONTINUE LENDO...

Eles foram selecionados para receber as bolsas de estudo com base em seus talentos, dedicação e potenciais de crescimento. O Congresso começou no dia 24 de maio e será realizado até o dia 26.

“As bolsas de estudo oferecidas pelo festival são uma oportunidade única para esses jovens artistas paraenses expandirem seus horizontes e se conectarem com a comunidade da dança em nível nacional. Esse intercâmbio é fundamental”, explicou o diretor do Dança Carajás, Jarbas Alves.

Para Irlande Júnior, a bolsa é a realização de um sonho. “Participar do Congresso Nacional de Dança Contemporânea é um sonho realizado. Estou ansioso para aprender cada vez mais e compartilhar experiências com dançarinos de todo o país. Agradeço ao Dança Carajás Festival e à Casa Ribalta por esta oportunidade incrível”.

“Essa bolsa de estudo é uma grande conquista para mim. O congresso é uma chance única de aprimorar minhas habilidades e fazer conexões importantes na dança contemporânea”, contou Everson Eli.

Congresso Nacional de Dança Contemporânea – é um dos eventos mais importantes do calendário cultural brasileiro, reunindo dançarinos, coreógrafos e especialistas renomados de todo o país. O evento oferece uma plataforma para troca de experiências, aprendizado e desenvolvimento profissional, com uma programação diversificada que inclui workshops, apresentações e debates sobre as tendências e inovações na dança contemporânea.

“A participação de Irlande Júnior e Everson Eli no Congresso Nacional de Dança Contemporânea é um marco significativo para o Dança Carajás Festival. Este intercâmbio não apenas enriquece a experiência artística dos nossos participantes, mas também fortalece os laços culturais entre o Norte e o Sudeste do Brasil,” finalizou Jarbas.

Dança Carajás Festival – O evento é realizado anualmente em Parauapebas, no Pará, e é organizado pela JA Produções Artísticas. O Festival é conhecido por sua abordagem inclusiva e de promoção da diversidade, oferecendo atividades gratuitas que incluem workshops, campanhas sociais e ambientais, e intercâmbios culturais. Na primeira edição, o festival promoveu intercâmbios culturais que proporcionaram aos bailarinos locais a oportunidade de se apresentar e aprender em diversos estados do Brasil e também no exterior, ampliando suas perspectivas e enriquecendo sua formação artística.

Intercâmbio na Argentina – Em fevereiro deste ano, o Dança Carajás Festival promoveu um intercâmbio cultural na Argentina, onde bailarinos paraenses selecionados tiveram a oportunidade de participar de workshops, apresentações e sessões de treinamento intensivo em Buenos Aires, Bariloche e Lago Puelo. Esta iniciativa, parte do programa “Dançando Além das Fronteiras”, foi amplamente coberta pela mídia, com matérias em diversos jornais destacando o impacto positivo do programa na formação dos jovens bailarinos. A experiência na Argentina permitiu aos participantes uma imersão profunda na rica cultura de dança do país, contribuindo significativamente para o seu desenvolvimento artístico e pessoal. 

Todo o intercâmbio foi gravado e será transformado em um documentário, que será lançando ainda este ano. A experiência também vai virar um livro, em parceria com a Universidade Federal do Pará. 

Segunda edição – A edição deste será no mês de outubro, e promete ser ainda mais especial, com a previsão de bolsas de intercâmbio para destinos internacionais como Argentina, Canadá, Portugal, Austrália e Londres, além de importantes centros culturais no Brasil, como São Paulo e Rio de Janeiro. Essas oportunidades visam ampliar o alcance e impacto do festival, proporcionando aos participantes uma experiência enriquecedora e transformadora.

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }