Curso de francês realiza evento internacional simultâneo e promove em Belém “A Noite das Ideias”

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

“A Noite das Ideias”, evento internacional simultâneo que tem início nessa quinta, 30, as 19 horas, idealizado e promovido por um curso de francês, presidido por Sabine Reneé Giraud Galvão, traz à população belenense uma programação repleta de momentos de reflexão acerca de projetos sustentáveis sobre a gastronomia e meio ambiente; relações de consumo, aproveitamento dos alimentos e imersões culturais.

As versões do evento internacional acontecem em vários países e no Brasil, em Belém, o evento destaca o tema “MAIS projetos sustentáveis gastronômicos”, com uma programação aberta ao público gratuitamente, que acontecerá em equipamentos turísticos da cidade, entre os quais, o teatro Estação Gasômetro, no Parque da Residência; o Solar da Beira, localizado no centro do Mercado Ver-o-Peso e o espaço da Aliança Francesa.  

CONTINUE LENDO...

O evento acontece no ano em que Aliança Francesa de Belém completa 53 anos de atividade integrando a sociedade paraense, sempre se apresentando como um equipamento estimulador de pensamentos e ideias, acerca do mundo globalizado que precisa de referências integradoras, inovadoras, positivas, sustentáveis e inteligentes.

Programação

A programação desenvolvida pela Aliança Francesa proporciona um importante e atraente momento iluminista e convida instituições culturais e educacionais da França, do Brasil e do mundo a celebrarem, em uma mesma noite, diferentes campos do pensamento, das artes, das ciências e da sociedade civil.

Um encontro de experiências marcará o início da “Noite das Ideias. Uma mesa redonda reunirá convidados a debater o tema gastronomia sustentável e promoção da responsabilidade com o meio ambiente. “Um evento onde as pessoas terão acesso a informações e orientações sobre o consumo inteligente”, disse Justine Delefortrie.

Integram à mesa redonda o presidente da Companhia de Desenvolvimento e Administração da Área Metropolitana de Belém – Codem, Lélio Costa, que se empenha em dar continuidade ao título concedido pela Unesco, que chancelou Belém como “Cidade Criativa da Gastronomia” e a referendou com o selo que liga a capital paraense ao conjunto de cidades mundiais que buscam o desenvolvimento de maneira sustentável e de modo socialmente justo; Suzane Rebelo,  gestora e co fundadora do Toró, Gastronomia Sustentável e Benedita da Silva Barros, mestre em Direito pela Universidade da Amazônia e doutora em Biodiversidade e Biotecnologia, atualmente está como analista em Ciência e Tecnologia – Museu Emílio Goeldi. Para conduzir à Mesa, a jornalista Vanessa Vasconcelos, diretora da TV Cultura – Fundação de Telecomunicações do Estado do Pará / Funtelpa. Vanessa Vasconcelos também é âncora do programa Sem Censura da TV Cultura.

O evento de abertura, dia 30, prossegue com a proposta de promoção e integração entre as culturas franco- brasileira em meio a um momento lúdico, proporcionado por uma experiência musical e gastronômica, exclusivo da Noite das Ideias 2023. Destaque para a peça inédita escrita e enviada pelo compositor Pierre Thilloy que pauta o concerto musical que reúne o quarteto de cordas, integrantes da Orquestra sinfônica do Teatro da Paz (OSTP). Eles se apresentam logo após à mesa redonda e fazem um convite ao público a fomentar o pensamento crítico por meio da junção de música e arte.

O concerto musical proporciona um tom de harmonização com ideia de sustentabilidade, os presentes a Noite das Ideias irão saborear espumantes Chandon Blanc de Noir e experimentar criações degustativas do chefe de cozinha Wagner Vieira que proporcionará uma imersão gastronômica inovadora, criativa e sustentável por meio do prato denominado “Delícias do passado, descobertas do presente”. O protagonismo do cardápio fica por conta da batata tipo Ariá (raiz tuberosa). *Vide abaixo.

No dia 31, programação avança com o lançamento da exposição fotográfica “Sous La Peau”- (“Sob a Pele”), para convidados, na segunda plataforma do Solar da Beira, no centro do Ver o Peso. O local será palco das obras da artista francesa fotógrafa de culinária, Pauline Daniel. A referida exposição estará aberta ao público em geral a partir de 01 a 30 de abril do corrente ano: de segunda a sexta feiras, de 8h às 17h e aos fins de semana, de 8h às 14h. A entrada é gratuita.

“Sob a Pele”, reúne 20 fotografias de Pauline, incluindo frutas típicas brasileiras e mostra uma nova perspectiva desses produtos. A exposição é um convite à reflexão sobre o tema do desperdício de alimentos e sobre a chance de às aparências serem enganosas, levando ao descarte de algo que ainda está apto para ser consumido.

Em 01 de abril, o evento projeta atividades em meio aos espaços interno e externo da Aliança Francesa de Belém, de 9h às 15h direcionadas aos alunos da Aliança Francesa e ao público visitante. No formato de feira, trabalhadores do segmento da agricultura familiar estarão presentes para falar sobre a perspectiva por trás da produção dos alimentos, agregando ao projeto ao demonstrar uma realidade muito presente na vida da sociedade.

A programação inclui ainda apresentações e oficinas; momentos voltados para contação de histórias; jogos para adultos e crianças;  novos conhecimentos a partir da arte, do contato com o museu virtual e visitas em realidade virtual, por fim, o contato continuado com a língua francesa durante todo o evento.

SERVIÇO:

Data de abertura: 30.03.2023 (quinta feira)

Local: Teatro Gasômetro – Parque da Residência

Hora: 19h

– Mesa RedondaLélio Costa, presidente da Codem/ PMB; Suzane Rebelo, gestora e co fundadora do Toró, Gastronomia Sustentável; Benedita da Silva Barros, mestre em Direito pela Universidade da Amazônia e doutora em Biodiversidade e Biotecnologia e a jornalista Vanessa Vasconcelos, diretora da TV Cultura  / Funtelpa.

– Imersão degustativa com cardápio assinado pelo chef Wagner Vieira

– Concerto musical com Quarteto de Cordas da Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz apresentando obras do compositor francês Pierre Thilloy.

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }