Galã de ‘Cinquenta tons de cinza’ revela que ainda recebe mensagens bizarras de fãs: ‘muito medo’

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Após fazer sucesso e ter se tornado um símbolo sexual no papel de Christian Grey, o empresário bem-sucedido e sadomasoquista da trilogia de “Cinquenta Tons de Cinza”, Jamie Dornan tem falado sobre consequências de sua fama.

O ator revelou que tem “medo” do comportamento de alguns fãs dos filmes, que chegam a enviar mensagens malucas em seu Instagram.

CONTINUE LENDO...

“Cinquenta Tons de Cinza” foi o primeiro grande filme de sucesso que Jamie protagonizou. Na época, o longa chegou a arrecadar 500 milhões de dólares com seu sucesso nos cinemas e tornou o astro muito conhecido, especialmente entre os grandes fãs da trilogia.

“O fandom dessa franquia ainda é fervoroso”, disse o ator, comentando sobre sua relação com os fãs atualmente. Jamie, porém, contou que o comportamento de algum deles o assusta, especialmente com relação às mensagens que recebe em seu Instagram: “Eu recebo todos os tipos de coisas malucas, das quais, para ser sincero, tenho muito medo, então fico longe disso”.

Com informações de Hugo Gloss

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }