Divulgação/Governo do Pará
Divulgação/Governo do Pará

Com possibilidade de abertura com Paysandu, Mangueirão terá apenas o ‘lado b’ liberado

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Com ritmo acelerado nas obras, o Estádio do Mangueirão pode ser reaberto no dia 24 de setembro com a partida entre Paysandu e Vitória pela última rodada do quadrangular final do Brasileirão da Série C. Porém, para que isso aconteça, vai depender a situação do Papão na tabela de classificação, conforme noticiado pelo Portal Roma News nessa terça-feira, 23.

Além disso, caso o Paysandu altere a partida do Estádio Banpará Curuzu para o Estádio do Mangueirão, somente 25 mil torcedores terão acesso aos setores da praça esportiva. Dessa forma, somente o “lado b” do estádio, onde tradicionalmente ficam os torcedores bicolores, estará liberado para o jogo com o Vitória.

CONTINUE LENDO...

Em contato com a reportagem do Portal Roma News, o diretor do Estádio do Mangueirão, Maurício Bororó, explicou o motivo da liberação de apenas um lado da praça esportiva para o duelo entre Paysandu e Vitória.

“Só um lado será liberado (para Paysandu e Vitória). O Mangueirão ainda não está liberado, está tudo em obra. Mas isso (o jogo) vai depender do Paysandu. O Secretario da Sedop (Ruy Cabral) esteve aqui e mostrou todo o trabalho para o Ministério Público. Será liberado apenas o “labo b”, nada do “lado a”. Antes disso, será feita (no estádio) uma vistoria dos bombeiros, polícia militar, vigilância sanitária, tudo para liberar o “lado b”. A capacidade será de 25 mil torcedores”, disse.

Bororó disse ainda que, neste momento, a Seel está trabalhando na mobília das áreas internas do estádio, como vestiário, ambulatórios, salas onde ficam os órgãos públicos e de segurança. Ele contou ainda que o novo Mangueirão terá uma sede do Batalhão de Polícia Especial.

“A obra ainda está em responsabilidade da Sedop. O que é de responsabilidade da Seel é a mobília de vestiário, sala de VAR, do Ministério Público, da Polícia. O BPE terá um quartel aqui dentro. Toda essa parte interna é com a Seel e já estamos trabalhando. Agora a parte estrutural é com a Sedop. Não falamos sobre isso. É direto com a Sedop”, reiterou.

O Mangueirão está em reforma desde fevereiro de 2021. Com a conclusão das obras, o estádio terá capacidade para cerca de 50 mil torcedores. Entre as novidades, está o fim das escadas de acesso ao gramado, sendo substituídas por rampas, a inclusão de mais 12 rampas de acesso aos setores de arquibancadas e cadeiras, a criação de novos camarotes e de restaurantes. Além disso, o gramado utilizado no novo Mangueirão é o mesmo colocado nas Arenas que receberam os jogos da Copa do Mundo de 2014 no Brasil.

VER MAIS

VER MAIS