Em clima de desconfiança, Paysandu recebe o embalado Goiás na Curuzu

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Encontrando muitas dificuldades na Série B do Campeonato Brasileiro depois do acesso conquistado em 2023, o Paysandu ainda não venceu, e terá nova tentativa nesta quarta-feira, 15. Diante da torcida alviazul na Curuzu, em Belém, o adversário na quinta rodada será o Goiás, a partir das 21h30.

O Papão soma apenas dois pontos em quatro rodadas, e carrega a segunda pior campanha da competição, a frente apenas do Ituano. O Esmeraldino aparece brigando na outra ponta da tabela, com dez pontos, na segunda colocação, dois tentos atrás do líder Sport.

CONTINUE LENDO...

Campeão do Campeonato Paraense e finalista da Copa Verde, onde disputará o título com o Vila Nova, o Paysandu estreou na Série B perdendo para o Santos. Em seguida fez dois jogos em Belém, mas acabou empatando ambos contra Botafogo e Avaí, até visitar o Mirassol no final de semana e conhecer o segundo revés.

Após o jogo, Hélio dos Anjos foi perguntado após o jogo sobre o que pode ser feito para o confronto diante do Goiás, e foi claro: “Descansar. Vamos sair de Mirassol, essa logística é pesada pra qualquer time, menos pra Novorizontino, Ponte Preta e Guarani, que ficam perto, mas vamos direto pra São Paulo, dormir lá e viajar. Terça-feira será para recuperar jogadores e criar uma situação diferente.”

Fora até mesmo do banco de reservas no último jogo, o meia Robinho estava em transição física e pode ser opção para Hélio dos Anjos. O zagueiro Yeferson Quintana cumpriu suspensão e também está de volta.

Desde que assumiu o Goiás, o técnico Márcio Zanardi, que optou por deixar o São Bernardo-SP após o Paulistão, só tem colecionado sucessos a curto prazo. Foram quatro jogos pela Série B, tendo estreado com empate diante do Ceará, e chegando de três vitórias seguidas – todas por dois gols de diferença ou mais -, contra Ponte Preta, Brusque e Ituano.

Na Copa do Brasil, ainda estreou na terceira rodada vencendo o Cuiabá em Goiânia por 1 a 0, e abrindo vantagem para lutar por uma vaga nas oitavas de final.

O técnico Márcio Zanardi ainda cobra melhorias, mas enxerga um processo promissor no Esmeraldino: “Nosso time está longe de chegar no ponto que a gente quer. É muito trabalho, muita resiliência, muita humildade. Sempre falo que time bom tem que ficar com a bola, em alguns momentos estávamos nos desfazendo da bola e fazendo o que não é nosso jogo, e isso é com tempo, agora ajustar, e a equipe está de parabéns.”

Zanardi não tem atletas lesionados ou suspensos, mas pode contar com novidades. Antes lesionados, os zagueiros Edu e Messias, além do meia Régis estavam em momento de transição física, e agora podem entrar na lista de relacionados para o confronto com o Paysandu.

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }