Foto: Fernando Torres
Foto: Fernando Torres

Goianos anunciam desistência da Copa Verde 2022; Vila Nova ainda estuda participação

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Três das quatro equipes de Goiás com vaga na Copa Verde 2022 não vão participar da competição. Goiás, Atlético Goianiense e Grêmio Anápolis anunciaram de forma oficial a desistência da briga pelo título do torneio regional. Dos três clubes, apenas o Grêmio Anápolis divulgou um comunicado, enquanto os outros dois clubes apenas confirmaram via assessoria de comunicação.

“O Grêmio Esportivo Anápolis vem por meio deste anunciar que não irá participar da Copa Verde 2022, tendo em vista que a CBF anunciou de forma tardia a confirmação da competição. Infelizmente, por ser inviável, a Raposa abre mão da vaga e lamenta por ficar fora de uma competição de tamanha importância”, diz o comunicado da diretoria do Grêmio Anápolis.

CONTINUE LENDO...

Até o momento, cinco times já anunciaram de forma oficial a desistência de disputar a competição neste ano. Antes das equipes goianas, Manaus e Nova Venécia, do Espirito Santo, comunicaram as saídas da Copa Verde 2022. Ambos os clubes alegaram “inviabilidade” de tempo e dinheiro para remontar os times.

A Copa Verde deste ano será disputada entre os dias 25 de outubro e 15 de novembro. As três primeiras fases serão em jogos únicos. Já as semifinais e final serão em partidas de ida e volta.

“Te aviso”

Atual vice-campeão da Copa Verde, o Vila Nova ainda não sabe se estará na edição deste ano. Em material divulgado pela assessoria de comunicação do clube goiano, o vice-presidente do Vila, Leandro Bittar, disse que será levado em consideração a condição do elenco após o término do Brasileirão da Série B, já que contratos serão encerrados de forma automática. Além disso, ele cobra “mais seriedade” da CBF no trato com a competição.

“Na nossa visão, mais uma vez, a maneira como a CBF conduz o torneio só desvaloriza e desprestigia a competição. É preciso trata-la com mais seriedade se é que a intenção seja fortalecer o campeonato, e não somente atender a pressão de um ou outro clube como parece que foi feito. Clubes como o Vila Nova terão boa parte dos contratos com os atletas encerrados ao término da Série B e sem dúvida isso será levado em consideração por nós”, disse.

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }