Divulgação/IJF
Divulgação/IJF

Ippon relâmpago dá bronze a Mayra Aguiar no Grand Slam de Budapeste

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

A gaúcha Mayra Aguiar conquistou, nesse domingo, 10, a medalha de bronze no Grand Slam de Budapeste, na Hungria. Bicampeã mundial e três vezes medalhista olímpica (também de bronze), a brasileira assegurou um lugar no pódio da categoria até 78 quilos ao derrotar a britânica Emma Reid por ippon (golpe perfeito), projetando-a de costas no solo em pouco mais de 30 segundos de luta.

Mayra competiu três vezes em Budapeste. A gaúcha entrou direto nas quartas de final e estreou derrotando a venezuelana Karen Leon. Na semifinal, a brasileira foi superada pela italiana Alice Bellandi (que conquistou o ouro), por acumular três shidos (punições).

CONTINUE LENDO...

A campanha na Hungria renderá 500 pontos a Mayra no ranking mundial. Oitava colocada da categoria, ela deve subir para sexto na próxima atualização da lista da Federação Internacional de Judô (IJF, sigla em inglês), ultrapassando as alemãs Alina Boehm e Luise Malzahn.

Foi a terceira medalha do Brasil no Grand Slam húngaro, que marcou o início da contagem de pontos no ranking olímpico, que definirá a classificação para os Jogos de Paris, na França, em 2024. Na última sexta-feira, a carioca Rafaela Silva, campeã olímpica na Rio 2016, foi bronze na categoria até 57 quilos. No último sábado, o brasiliense Guilherme Schmdit conquistou o ouro na categoria até 81 quilos.

O próximo compromisso do judô brasileiro será o Grand Prix de Zagreb, na Croácia, entre sexta-feira, 15, e domingo, 17. O Brasil competirá com 25 judocas, entre eles, os três medalhistas de Budapeste. O campeão de cada categoria receberá 700 pontos no ranking mundial.

VER MAIS

VER MAIS