Lei do Ex? Artilheiro do Paysandu, Nicolas, espera quebrar jejum de gols contra antiga equipe

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

O Paysandu irá enfrentar a equipe do Goiás na noite desta quarta-feira, 15, às 21h30, na Curuzu. O Papão tenta emplacar sua primeira vitória pela série B do campeonato Brasileiro. Mas além da vitória, Nicolas, o artilheiro do bicolor nesta temporada, tenta afastar a má fase e marcar seu primeiro gol pela competição.

Nicolas teve um começo avassalador pelo Papão, marcando oito gols nos oito primeiros jogos. O jogador continua sendo de extrema importância para a equipe e foi fundamental na conquista do Parazão. No entanto, a seca incomoda o atacante e a torcida, e hoje, pela quinta rodada da série B, ele terá uma nova chance para desencantar.

CONTINUE LENDO...

A oportunidade para Nicolas finalmente marcar fica ainda mais interessante pelo fato do atacante já ter jogado pelo Goiás. O jogador começou sua história na equipe goiana em 2021 e teve certo destaque, marcando 29 gols em 96 jogos.

Quando questionado sobre a chance de marcar contra o ex-time para quebrar o jejum, Nicolas pareceu empolgado com a oportunidade. “Espero, mais do que nunca, que isso aconteça. Estou muito focado para isso. No último jogo dei uma assistência. No momento tenho amigos do lado de lá, no clube onde joguei três temporadas. Eles me conhecem e eu os conheço. Estarei preparado para jogar e buscar a vitória, que é o mais importante”, comentou.

Apesar do jejum, o atacante não acredita que ele ou o time esteja sob uma pressão anormal, afinal de contas, a vice-lanterna ocorre na quinta rodada de um campeonato com 38, ou seja, nada está decidido, ao menos na visão do atacante. 

“Acho que essa tabela inicial não reflete muito o que será a competição. Temos que nos preocupar em vencer, sobretudo quando o jogo é em casa, com esse contra o Goiás. Essa pressão, o atleta vive assim, na necessidade de sempre estar ganhando. Todos os dias são assim. Não tem um mês que fomos campeões estaduais e precisamos provar de novo, todos os dias, mas é uma pressão nossa. Precisamos evoluir, mas não vejo uma pressão anormal. Quem joga aqui precisa estar acostumado a vencer”.

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }