Mayra Aguiar quebra jejum de 37 anos e é campeã em Tóquio

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

A história foi feita na manha deste domingo, 3, no Grand Slam de Tóquio de Judô. Mayra Aguiar quebrou um jejum de 37 anos e se tornou não só apenas a primeira mulher do Brasil a levar um ouro na cidade mais importante para o judô mundial, mas também apenas a segunda pessoa do Brasil de qualquer gênero.

Foi a única medalha conquistada no dia. Larissa Pimenta perdeu a disputa de bronze para a israelense Gefen Primo nos 52kg, enquanto Willian Lima terminou em sétimo nos 66kg. Na véspera, Jéssica Lima ganhou medalha de prata nos 57kg.

CONTINUE LENDO...

Como no Grand Slam, cada país-sede pode inscrever quatro atletas em cada categoria – ao contrário do Mundial ou Jogos Olímpicos, por exemplo – muitos consideram o Grand Slam de Tóquio o torneio mais difícil da temporada, já que provavelmente é necessário ganhar de algum atleta do Japão – ou até mais de um para levar o ouro.

VER MAIS

VER MAIS