Presidente da Uefa é acusado de falsificação de documentos

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Aleksander Ceferin, presidente da Uefa, está sendo acusado de falsificação de documentos em seu currículo quando era candidato a presidente da entidade, em 2016. De acordo com o ‘Sport’, da Espanha, a investigação foi divulgada pelo jornal esloveno Prava.

De acordo com o jornal, Aleksander enviou um documento à Uefa para se candidatar afirmando fez parte da Federação Eslovena durante cinco anos. No entanto, essas informações seriam falsas. Caso fique comprovada a falsificação de documentos, Ceferin poderia ter a sua eleição como presidente, na época, invalidada.

CONTINUE LENDO...

Isso porque, a experiência no futebol é um dos pré-requisitos para se candidatar à presidência da entidade máxima do futebol europeu.

Vale lembrar que no último dia 05, Aleksander Ceferin foi reeleito presidente da Uefa até 2027em um evento em Lisboa, em Portugal. Ele se reelegeu sem problemas, já que não teve adversários na disputa. O esloveno está no seu terceiro e último mandato.

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }