Foto: Alepa Divulgação.
Foto: Alepa Divulgação.

Alepa News: Obra de Gaby Amarantos e Joelma poderá ser patrimônio cultural do Pará

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

A deputada Lívia Duarte (PSOL) protocolou o Projeto de Lei voltado à valorização da cultura popular paraense, na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa). A proposição dispõe sobre a declaração da obra musical das artistas paraenses Gaby Amarantos e Joelma como Patrimônio Cultural e Imaterial do Estado. A parlamentar lembra que Gabriela Amaral dos Santos nasceu no bairro de Jurunas, na periferia de Belém, e iniciou sua carreira como cantora na Paróquia de Santa Teresinha do Menino Jesus, onde participava do coral. Depois começou a se apresentar em bares da capital paraense e teve destaque na música paraense com a Banda Tecno Show.

Para Lívia Duarte, a cantora, indicada ao prêmio internacional Grammy Latino 2023 na categoria “Melhor Álbum de Música de Raízes em Língua Portuguesa” com o álbum “TecnoShow”, sempre incluiu os ritmos paraenses nos seus trabalhos. “Com muito orgulho é uma das principais representantes da cultura amazônida, preta e periférica, que divulga e impulsiona a diversidade musical da nossa região. Gaby representa o Brasil possante e verdadeiro e está sempre na luta para fazer com que abram espaço pra música da Amazônia, pro tecnobrega e pra tudo que nós representamos”, justificou Lívia.

CONTINUE LENDO...

Ao longo de sua carreira, Joelma vendeu cerca de 20 milhões de álbuns, sendo reconhecida como uma recordista de vendas de discos no Brasil, e acumulou diversas vitórias e indicações a prêmios importantes da música, incluindo três indicações ao Grammy Latino. Em 2012, ela foi eleita uma das 100 maiores personalidades do Brasil no programa 0 Maior Brasileiro de Todos os Tempos, do SBT.

Recentemente, a cantora paraense cantou no palco do Prêmio Multishow 2023 a música que viralizou nas redes sociais “Voando pro Pará”. “O intuito desta proposição é demonstrar o valor social e cultural que representa a cantora paraense Joelma para o patrimônio histórico-cultural paraense, levando nossa cultura para os quatro cantos do mundo e destacando os ritmos e danças tão característicos do nosso Estado”, finalizou Lívia.

Texto: Natália Mello / Alepa Divulgação.

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }