freepik
freepik

COP-27: Últimos oito anos podem ter sido os mais quentes da história, alerta ONU

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Os últimos oito anos (2015-2022) se encaminham para ser os mais quentes já registrados na história, de acordo com relatório provisório da Organização Meteorológica Mundial (OMM), órgão das Nações Unidas (ONU). O boletim sobre o estado do clima estima que a temperatura média global esteja 1,15°C acima dos níveis pré-industriais, em 2022.

Ondas de calor extremas, secas e inundações devastadoras afetaram milhões e custaram bilhões neste ano, frisa o relatório. “Quanto maior o aquecimento, piores os impactos”, alertou o secretário-geral da OMM, Petteri Taalas, em nota. “O clima cada vez mais extremo torna mais importante do que nunca garantir que todos tenham acesso a alertas precoces que salvam vidas.”

CONTINUE LENDO...

O relatório considera dados registrados até setembro deste ano, de serviços meteorológicos e hidrológicos nacionais e de instituições parceiras da ONU. O documento foi lançado neste domingo, 6, quando ocorreu a cerimônia de abertura da Conferência da Organização das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-27), no Egito, na qual a emergência climática foi a tônica do discurso.

VER MAIS

VER MAIS