Reprodução/Twitter @elonmusk
Reprodução/Twitter @elonmusk

Elon Musk diz que Twitter o acusou de violar acordo de confidencialidade; entenda

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

No último sábado, 14, o bilionário Elon Musk afirmou por meio de seu perfil no Twitter que a equipe jurídica da plataforma acusou de violar um acordo de confidencialidade ao revelar que o tamanho da amostra de verificação da plataforma sobre robôs e contas falsas é de 100 perfis.

Relembre

CONTINUE LENDO...

Na sexta-feira, 13, Musk anunciou que suspendeu temporariamente a compra do Twitter e destacou que esperaria o resultado de uma pesquisa sobre contas falsas e spams na rede social. O empresário diz que quer constatar se essas modalidades representarão menos de 5% dos usuários da plataforma. Porém, minutos depois, novamente em sua conta, ele afirmou que está “ainda comprometido com a aquisição”.

Ele argumentou que “Para descobrir, minha equipe fará uma amostra aleatória de 100 seguidores. Convido outras pessoas a repetirem o mesmo processo e ver o que descobrem” e pontuou “Qualquer processo sensato de amostragem aleatória é bom. Se muitas pessoas obtiverem resultados semelhantes de forma independente para % de contas falsas/spam/duplicadas, isso será revelador. Eu escolhi 100 como o número do tamanho da amostra, porque é isso que o Twitter usa para calcular”.

Com informações do Metrópoles

VER MAIS

VER MAIS