Estudo sugere que comer chocolate no café da manhã faz bem

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Aos apaixonados por chocolates, comemorem🥳🎊 O motivo? Comer um chocolatinho no café da manhã traz benefícios para a saúde. É isso mesmo! De acordo com um estudo publicado na revista científica “Nutrients”, o chocolate, ingerido pela manhã, pode ter efeitos positivos no nosso bem-estar mental e cognitivo, no nosso sistema cardiovascular e no nosso metabolismo. 

Ação antioxidante

Infelizmente, nem tudo é tão doce. Para conseguir todos esses benefícios, o ideal é consumir o alimento com mais cacau.

CONTINUE LENDO...

Acredita-se que o cacau possua cerca de 380 produtos químicos diferentes. Entre eles, encontramos os flavonoides – substâncias com ação antioxidante que atuam no envelhecimento celular, no cérebro, na saúde cardiovascular e no colesterol. 

De acordo com a nutricionista Lara Natacci, os flavonoides podem ser encontrados em alimentos que são de origem vegetal, como o cacau.

“Os flavonoides são substâncias que fazem com que a gente neutralize os radicais livres. Como neutralizam, diminuem as chances de danos nas células em todo o nosso corpo: envelhecimento celular, dano neurológico, o cérebro é um tecido muito ativo e libera muito radical livre. Com os flavonoides, conseguimos prevenir isso”, explica a nutricionista, que é mestre e doutora em nutrição pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo).

Quanto mais amargo, mais cacau, mais benefício. Natacci explica que o chocolate ao leite tem composto bioativo, mas em pouca quantidade. Já uma porção de 30g com 70% de cacau tem a quantidade de oxidantes referente a uma maçã ou taça de vinho. 

Ela dá uma dica para quem quer aumentar a porcentagem: “comece com um chocolate 55%, suba para 60%. Tente ir aumentando a porcentagem aos poucos para acostumar o paladar. E está tudo bem não “gostar” do chocolate 90% de cacau. Foque no 70%”.

Com informações do G1

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }