Divulgação.
Divulgação.

General aceita convite de Lula e será novo ministro do GSI

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

O general Marcos Antonio Amaro dos Santos, da reserva do Exército, é o novo ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI). O nome dele foi confirmado na manhã desta quarta-feira, 3, após reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Palácio do Planalto. Também participou do encontro o ministro da Defesa, José Mucio.

Questionado se havia aceito o convite, o general respondeu que sim. O pedido de demissão ocorreu após o então ministro ter aparecido em imagens veiculadas pela CNN nas quais interagia com golpistas que invadiram o Palácio do Planalto no dia 8 de janeiro.

General Amaro, como é mais conhecido, ocupou o GSI no fim do governo da ex-presidente Dilma Rousseff e deixou o cargo depois do impeachment, em maior de 2016. Na época, o atual GSI era chamado de Casa Militar.

Durante o mandato de Jair Bolsonaro (PL), foi comandante militar do Sudeste e chefe do Estado-Maior do Exército, cargo que ocupou até maio do ano passado. Ele entrou para a reserva em janeiro deste ano.

CONTINUE LENDO...

Fonte: Valor.

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }