Reprodução/Redes Sociais
Reprodução/Redes Sociais

Michelle Bolsonaro alfineta Flávio Dino: ‘Não existe comunista cristão’; assista

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

No último sábado, 2, a ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro esteve em Natal, no Rio Grande do Norte, para participar de um evento do PL Mulher que incentiva a candidaturas de mulheres de direita. Lá, ela criticou o ministro da Justiça, Flávio Dino, indicado para o Supremo Tribunal Federal (STF), que se declara cristão e comunista: “A gente não pode aceitar esse tipo de gente no poder”, disse.

O ministro da Justiça, Flávio Dino, fez elogios à Bíblia em sua conta no X, antigo Twitter, no sábado, 2, ao comentar o presente que recebeu do arcebispo de Brasília, o cardeal dom Paulo Cezar Costa.

CONTINUE LENDO...

O encontro entre o ex-governador do Maranhão e o líder católico da capital federal aconteceu na sexta-feira, 1, semana em que Dino começou a procurar lideranças cristãs para receber apoio para sua indicação ao Supremo Tribunal Federal.

– Por orientação dos meus pais, desde minha alfabetização em 1974, já li milhares de livros. E sempre afirmei que o mais sensacional é a Bíblia, um Livro de fé e de sabedoria, que cito em discursos, palestras etc. Fiquei muito feliz com o presente e os conselhos do Cardeal Dom Paulo Cezar Costa, Arcebispo de Brasília – escreveu Dino na publicação.

Ao entregar o Livro Sagrado, o arcebispo diz que deseja que o político seja iluminado em sua caminhada. O ex-governador, que já se declarou comunista, diz que, enquanto professor de Direito, sempre indica a leitura da Bíblia.

VER MAIS

VER MAIS