Reprodução/Redes Sociais
Reprodução/Redes Sociais

Milei encontra papa Francisco no Vaticano e pede desculpas após chamá-lo de ‘imbecil’

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

O presidente da Argentina, Javier Milei, visitou o Vaticano nesta segunda-feira, 12, para se encontrar com o papa Francisco. Durante a visita, Milei ofereceu ao pontífice doces e outros presentes como um gesto de reconciliação após uma série de críticas feitas durante a campanha presidencial.

Dentre os presentes, Milei levou alfajores de doce de leite e uma marca de biscoitos de limão, conforme informado pelo porta-voz presidencial, Manuel Adorni. Além disso, o presidente argentino presenteou Francisco com livros de Jesús Huerta de Soto, economista espanhol frequentemente citado em seus discursos.

CONTINUE LENDO...

Francisco e Javier Milei tiveram uma reunião de aproximadamente 70 minutos no Vaticano, onde falaram sobre economia e planos do presidente para a Argentina. Durante a conversa, segundo o Infobae, Milei pediu desculpas por declarações anteriores, ao que Francisco respondeu que são “erros comuns da juventude”.

Em fala a jornalistas, o presidente argentino disse que o papa ficou “contente” com o programa econômico e suas medidas sociais adotadas pelo governo.

Apenas no final da reunião, o restante da comitiva oficial, incluindo Karina Milei e os ministros Diana Mondino, Guillermo Francos e Sandra Pettovello, entrou na biblioteca do Palácio Apostólico para cumprimentos protocolares e fotos.

Durante sua campanha eleitoral, Milei chamou o pontífice de “imbecil que defende a justiça social” e “representante do maligno”. Depois que assumiu a Presidência, porém, baixou o tom e convidou Francisco para visitar a Argentina.

No final de janeiro, o papa disse em entrevista ao jornal italiano La Stampa que não ficou chateado com as declarações de Milei e que está “pronto para iniciar um diálogo”.

Eles já haviam se encontrado pela primeira vez no domingo, 11, na Basílica de São Pedro, no Vaticano, onde Milei acompanhou a canonização da primeira santa argentina: Maria Antonia de Paz y Figueroa, conhecida como “Mama Antula”.

Após a cerimônia, Milei e Francisco tiveram um encontro breve. Sorrindo, o líder argentino trocou algumas palavras com o papa e o abraçou.

Com informações do Infobae

VER MAIS

VER MAIS