Moro se pronuncia sobre pedido de prisão e diz que fala sobre Gilmar Medes foi tirada de contexto; assista

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Na noite desta segunda-feira, 17, o senador Sérgio Moro (União Brasil-PR) fez um pronunciamento para falar sobre o pedido de prisão realizado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) após um vídeo repercutir nas redes sociais em que o ex-juiz sugere que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, venderia habeas corpus.

“Lamento que o procurador-geral da República veja com tanta facilidade a possibilidade de denunciar um senador da República e pedir sua prisão. Não creio que esse seja o Brasil que queremos caminhar”, disse Moro.

CONTINUE LENDO...

O senador ainda acrescenta que o vídeo divulgado teria sido editado e manipulado, além de não ter “nenhuma acusação contra o ministro Gilmar Mendes”. “O que existe são falas que foram descontextualizadas para, falsamente, me colocar como alguém contrário ao STF ou ao ministro, o que nunca fui. Sempre critiquei o Supremo respeitosamente e elogiei o papel que o Supremo teve no passado no combate à corrupção”, explicou Moro após criticar o governo federal.

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }