Pai de cantor gospel diz que laudo do IML não identificou causa da morte: ‘não existe nada’

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

O pai do cantor gospel Pedro Henrique, que morreu aos 30 anos durante uma apresentação em Feira de Santana, na Bahia, disse em entrevista a ume emissora de televisão local nesta terça-feira, 19, que o Instituto Médico Legal (IML) não identificou a causa do óbito.

Não existe causa da morte. Por mais que hoje as pessoas não entendam, nós não entendemos, no laudo que foi feito pelo IML de Feira de Santana não existe causa da morte… É morte natural. Não existe lesão em nenhum órgão, não existe nada. É morte natural”, detalhou.

CONTINUE LENDO...

Em seguida, o pai de Pedro Henrique declarou que não questiona o que aconteceu: “Nós entendemos os propósitos de Deus. Em nenhum momento nós questionamos o propósito de Deus porque ele sabe de todas as coisas, mas o coração de um pai, o coração de uma mãe, não podem furtar o que sente, que é a dor da separação, que é a dor da perda”, afirmou.

No fim, Eleno recordou que a nora está com uma bebê recém-nascida: “Qualquer coisa que for dita não mensura o sentimento de dor meu e da minha esposa, da minha nora, que perdeu o esposo, que acabou de ser pai. Uma filha que ainda vai fazer dois meses no dia 19 e que vai crescer vendo vídeos, ouvindo histórias de um pai, de um homem honrado, de uma reputação ilibada”, avaliou.

Com informações de Metrópoles

VER MAIS

VER MAIS