Lucas Figueiredo/CBF
Lucas Figueiredo/CBF

Promotoria retira acusações contra Neymar em transferência para o Barcelona

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

A Promotoria espanhola retirou todas as acusações de corrupção e fraude contra Neymar. A decisão foi divulgada nesta sexta-feira, 28, pelo Ministério Público. Além de Neymar, seus pais, Nadine Gonçalves e Neymar da Silva Santos, e os ex-presidentes do Barcelona, Sandro Rossel e Josep Bartomeu, réus do caso envolvendo sua transferência para o Barcelona, em 2013, tiveram as acusações retiradas.

Segundo publicação do Jornal “Marca”, um dos principais tabloides de esporte da Espanha, o promotor responsável pelo caso alegou, diante de um tribunal em Barcelona, que “o caso se baseou em presunções, não em provas”. Apesar disso, o processo segue no âmbito civil, mas pode perder força após a retirada das acusações por parte da promotoria.

CONTINUE LENDO...

A retirada das acusações contra Neymar, seus pais e os ex-presidentes do Barcelona acontece na reta final do julgamento, que iniciou em 2015 e estava programado para ser concluído na próxima segunda-feira, 31. O longo tempo do julgamento provocou diversos imbróglios na Justiça da Espanha. Durante o período, Sandro Rossel, então presidente do Barcelona, foi demitido do cargo.

No último dia 18 de outubro, Neymar foi chamado para prestar depoimento na Corte espanhola. Durante a sessão, o atacante, que hoje defende o Paris Saint-Germain, disse que os contratos sempre foram geridos por seu pai, Neymar da Silva Santos, e que ele “sempre assinou o que ele (“Neymar pai”) pedia”. “Meu pai sempre cuidou das negociações de contratos. Eu assino o que ele pede”, disse Neymar na época.

De início, a promotoria do caso havia pedido dois anos de prisão e multa de cerca de R$ 53 milhões para o atacante brasileiro. Na época da ida do Santos para o Barcelona, Neymar era representado pela empresa DIS.

No entanto, a empresa alegava que o valor total do passe – valor da transferência de um jogador entre clubes – de Neymar foi diluído em contratos fictícios e por isso o valor recebido foi menor do que deveria ser pago.

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }