Lula Marques/Agência Brasil.
Lula Marques/Agência Brasil.

Relatório final da CPMI do 8/1 será votado nesta quarta-feira

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Após fazer a leitura do relatório final da CPMI do 8/1, a senadora Eliziane Gama (PSD-MA) deve apresentar nesta quarta-feira, 18, a votação do relatório que pede o indiciamento de 61 pessoas, como o ex-presidente Jair Bolsonaro, dos ex-ministros Braga Netto e Augusto Heleno, e do ex-chefe da Ajudância de Ordens Mauro Cid, entre outros. Ontem, Eliziane disse que os depoimentos feitos e os documentos à disposição foram usados na elaboração do parecer.

Já opositores como o senador Magno Malta (PL-ES), farão dois votos separadamente onde pretendem focar em uma suposta omissão do governo federal em relação aos ataques e no descaso com os presos do dia 8. Na segunda-feira, 16, Magno Malta disse que a CPMI não ouviu as pessoas presas pelos atos do 8/1, reforçando também que o Ministério da Justiça não enviou as imagens do prédio que mostrariam o efetivo da Força Nacional de Segurança Pública. Na sua versão do relatório final, a oposição pede que sejam incluídos o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) o ministro Flávio Dino, o ex-ministro chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Marco Edson Gonçalves Dias, o ex-diretor-adjunto da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) Saulo Moura da Cunha, entre outros.

CONTINUE LENDO...

Relembre

Desde maio, a CPMI ouviu mais de 20 depoimentos, entre eles dos generais Augusto Heleno, ex-ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), e Gonçalves Dias, que também comandou o GSI no dia dos ataques às sedes dos três Poderes, além do coronel Jean Lawand, que apareceu em troca de mensagens telefônicas com o ex-ajudante de ordens do ex-presidente Jair Bolsonaro, coronel Mauro Cesar Cid, defendendo intervenção militar após as eleições de 2022, além do próprio Cid.

Outros convocados são nomes que integraram a cúpula da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), a quem cabia a segurança na Praça dos Três Poderes no dia 8 de janeiro, também estiveram na CPI, como os coronéis Jaime Naime e Fabio Vieira. A CPMI também ouviu o ex-ministro da Justiça Anderson Torres, o ex-diretor da Polícia Rodoviária Federal (PRF) Silvinei Vasques, George Washington e Wellington Macedo, condenados por planejarem a explosão de um caminhão-tanque no aeroporto de Brasília no final de 2022, o hacker Walter Delgatti, entre outros.

Como será a votação

A sessão para discutir o relatório final será retomada às 9h desta quarta. Estão inscritos para falar sobre o documento 35 parlamentares, sendo 30 membros da CPMI e cinco não membros. Cada integrante do colegiado terá dez minutos para discutir a favor ou contra o parecer da relatora. Não membros terão três minutos.

Ao fim da lista de inscritos, passa-se ao processo de votação. Para ser aprovado, o relatório precisa da maioria dos presentes na sessão. A base governista calcula que o documento terá entre 20 e 21 votos. Se aprovado, o relatório será enviado a diversos órgãos que poderão avaliar a apresentação de denúncias baseadas no documento. Entre as instituições para as quais o documento é encaminhado estão órgãos policiais, o Ministério Público e a Advocacia-Geral da União (AGU).

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }