Reprodução/Redes Sociais
Reprodução/Redes Sociais

Tiktoker ‘pai’ de capivara é multado em R$ 17 mil pelo Ibama; assista

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Agenor Tupinambá, fazendeiro e influenciador conhecido por compartilhar no TikTok a rotina de amizade com a capivara Filó e outros animais, foi denunciado pelo Ibama, na última terça-feira, 18, por suspeita de maus-tratos, abuso e exploração animal. O fazendeiro terá de pagar multa de R$ 17 mil e entregar Filó para as autoridades. Nas redes sociais, Agenor mostrava o cotidiano da fazenda na qual mora, em Autazes, interior do Amazonas. Ele ganhou fama ao compartilhar momentos de carinho e cuidado com os animais. Em especial, a capivara Filó, que fazia sucesso com os seguidores.


O fazendeiro divulgou em seu perfil no Instagram, uma nota de esclarecimento, na qual lamenta as acusações e relata a relação de carinho que nutre pelos animais: “Eu cresci no meio do mato e lá nasceu a minha paixão pelos animais. Eu só saio de lá para estudar agronomia na capital, curso que escolhi para poder servi-los ainda mais. De todas as surpresas que a fama na internet me trouxe, eu jamais imaginei que seria acusado de abuso, maus-tratos e exploração contra animais”, conta.

CONTINUE LENDO...

Um trecho do texto faz alusão a um suposto assassinato de animal, mas não há esclarecimento do que se trata: “Também fui acusado de matar um animal do qual todos são testemunhas que só dediquei amor e fiz tudo que podia para preservar sua vida”. Na nota, Tupinambá ainda conta que foi notificado a apagar todas as publicações que envolvessem os animais e que terá de entregar a capivara Filó a um centro de tratamento animal, sob a acusação de retirá-la do habitat natural. “Se tem alguém que mora no habitat natural de alguém sou eu, não os animais”, contrapõe.

“Lamento profundamente o que está acontecendo e só eu sei a dor que estou sentindo”, finaliza. As postagens com Filó e outros animais já foram apagadas dos perfis de Agenor. Nos comentários, seguidores apoiam o fazendeiro e cobram do Ibama que desista da ação.

VER MAIS

VER MAIS