Reprodução/Redes Sociais
Reprodução/Redes Sociais

Vídeo: adolescente grávida é derrubada e imobilizada por PMs após confusão por ingressos

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Na madrugada da última segunda-feira, 22, uma adolescente de 16 anos grávida foi derrubada e imobilizada por policiais militares durante a madrugada após uma confusão provocada por um evento que seria realizado naquela noite e que acabou cancelado. Por este motivo, parte do público decidiu pedir o reembolso do ingresso. A ação foi filmada por populares que circulavam pelo local.

Nas imagens, é possível ver a jovem sendo derrubada e colocada de barriga no chão por três militares. Depois de ser contida, um dos policiais a imobiliza com os braços. Em nota, a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) justificou que a jovem “desferiu vários xingamentos” contra os policiais.

CONTINUE LENDO...

A jovem disse que quase desmaiou durante a abordagem: “Pensei que eu ia morrer, porque ele (policial) estava me pegando tão forte com o joelho, que acho que se ele tivesse ficado mais três segundos, eu tinha desmaiado. Estava ficando sem ar, não estava aguentando respirar”, afirmou;

No entanto, os militares alegam que a adolescente se virou para os policiais e desferiu vários xingamentos. Ela recebeu voz de prisão e foi encaminhada à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA): “A Polícia Militar realizava policiamento no Evento Circuito do Cerrado de Rodeio, quando o locutor anunciou que não haveria mais rodeio. Neste momento, as pessoas começaram a deixar o local, porém, algumas permaneceram em frente à bilheteria. Essas pessoas começaram a reivindicar o dinheiro de volta e com a força que empregavam nos portões, acabaram derrubando.

A PMDF se deslocou ao local, onde havia mulheres e crianças e tentou restabelecer a ordem, bem como para que ninguém fosse ferido. A ordem foi desobedecida, dentre as pessoas envolvida, e uma jovem se virou para os policiais e desferiu vários xingamentos chamando pelo nome e dizendo ser um “policialzinho de merda”, “filho da p**a”, “corno”, “safado”, entre outros xingamentos com palavras obscenas, ao mesmo tempo em que tentava agredir com socos e pontapés.

Foi dado voz de apreensão à adolescente, onde houve resistência, reagindo ainda com mais golpes de socos, pontapés e xingamentos, sendo necessário utilização da força necessária para conter a adolescente. Para encerrar a situação de tumulto, foi solicitado apoio policial em outras áreas tamanho a dificuldade. A adolescente foi conduzida à DCA”

Com informações do Metrópoles

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }