Reprodução/Redes Sociais
Reprodução/Redes Sociais

Vídeo: homem é preso após agredir médico e enfermeiros por não conseguir acompanhar parto do filho

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Na última segunda-feira, 11, um homem de 31 anos foi preso após agredir um médico e três enfermeiros de uma maternidade por não conseguir acompanhar o nascimento do filho. O caso aconteceu na cidade de Rio Verde, no sudoeste de Goiás. Como argumento, o pai cita que uma lei garante às gestantes um acompanhante na hora do parto. No entanto, os profissionais agredidos disseram à polícia que ele não manifestou interesse em acompanhar o procedimento.

Em depoimento, os profissionais de saúde disseram que a mulher chegou à maternidade em trabalho de parto e a encaminharam para a sala para dar à luz e citam que neste momento, nem o pai e nem a gestante falaram sobre o homem querer acompanhar o nascimento. Porém, momentos depois, o homem questionou se o filho tinha nascido, e uma funcionária disse que sim. Revoltado, ele questionou porque não foi chamado para ver o parto do filho. Imagens de câmeras de segurança do local mostram o acompanhante empurrando e pressionando um enfermeiro contra a parede. Em outro momento, ele grita com os funcionários.

CONTINUE LENDO...

Os quatro profissionais agredidos procuraram a Polícia Civil e fizeram um boletim de ocorrências. O acompanhante deve responder por lesão corporal.

A Maternidade Augusta Bastos não se manifestou sobre o caso e o homem não teve o nome divulgado.

Com informações do G1

VER MAIS

VER MAIS