Reprodução/Polícia Civil e STF
Reprodução/Polícia Civil e STF

Viúva de manifestante do 8/1 pede pena de 31 anos de prisão para Alexandre de Moraes

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Edjane Cunha, viúva do manifestante do 8/1 Cleriston Pereira da Cunha, que morreu no presídio da Papuda após passar mal, fez uma representação contra o ministro Alexandre de Moraes na Procuradoria-Geral da República (PGR).

No documento, protocolado na última quarta-feira, 6, ela pede que Moraes perda o cargo de ministro do STF e acusa de crimes com penas que vão de 10 anos a até 31 anos de prisão.

CONTINUE LENDO...

O advogado da família afirma que Moraes cometeu “maus-tratos em modalidade qualificada, abuso de autoridade e tortura” e que também teria violado 32 dispositivos legais ao manter o manifestante encarcerado mesmo dois meses após parecer da PGR favorável à soltura.

VER MAIS

VER MAIS