Protagonismo dos povos indígenas na defesa da Amazônia encerra programação dos Diálogos Amazônicos, em Belém

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

A plenária “Os povos indígenas da Amazônia: um novo projeto inclusivo para a região”, encerrou a programação dos Diálogos Amazônicos, realizado desde sexta-feira, 4, e seguiu até este domingo, 6, no Hangar Centro de Convenções e Feiras, em Belém.

O debate mostrou a participação efetiva dos povos indígenas, que buscam fazer um processo de construção entre todos, além de fortalecer a voz e as aliancas entre as etnias indígenas. 

CONTINUE LENDO...

“Quero destacar esse protagonismo do movimento indígena. Nosso objetivo aqui é construir uma pauta e apresentar uma proposta dos povos indígenas aos presidentes amazônicos”, afirmou a ministra dos Povos Indígenas do Brasil, Sônia Guajajara.

200 etnias indígenas em Belém

Cerca de 800 indígenas, de mais de 200 etnias da Amazônia brasileira e internacional, estão em Belém para participarem dos Diálogos Amazônicos e da Assembleia da Terra dos Povos Indígenas, que vem sendo promovida de forma paralela aos Diálogos, ocorre desde o dia 4 de agosto, em Belém, e segue até terça-feira, 8.

O encontro contou também com a presença do Cacique Raoni, um dos líderes indígenas reconhecidos pela luta pela preservação de seu povo e da floresta amazônica, além de lideranças indígenas da Colômbia, Equador, Venezuela, Guiana Francesa e Suriname.

“Estou representando 64 etnias indígenas da Colômbia. Como todo indígena, estamos em resistência. E nós, como amazônicos, também devemos ser unidos e temos que brigar por nossos territórios”, ressaltou Osvaldo Muca, liderança indígena da Colômbia.

Defesa do território

Durante os discursos, as lideranças indígenas defenderam a floresta e seus territórios e destacaram a importância do movimento e da união dos povos indígenas para defender seus territórios.

“A gente está sendo ouvido pelas autoridades, eles estão nos escutando. Temos que nos unir e defender o meio ambiente, as águas, a floresta”, afirmou o Cacique Raoni.

Fonte: Agência Belém

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }