Prêmio Roma de Inovação: júri será composto por doutores da Unama

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Uma parceria entre o Grupo Roma e a Universidade da Amazônia (Unama) vai escolher o melhor case do mercado de negócios, em uma premiação que vai entrar para história do empresariado paraense, é o Prêmio Roma de Inovação que está com inscrições abertas. A grande premiação acontece no dia 5 de julho, no teatro Maria Silvia Nunes, na Estação das Docas.

CONTINUE LENDO...


Serão premiados os grandes cases do mercado paraense, sendo avaliados os seguintes pilares: ações envolvidas na inovação, dificuldades e barreiras para realizar a inovação, resultados obtidos, percepção do mercado, fator inspiração/impacto para o mercado em geral e geração de conhecimento para ser replicado em outros setores.

Vão participar empresas de vários setores econômicos para apresentar as inovações, realizadas nos últimos 3 anos, além dos impactos nos negócios e para os consumidores.


As empresas serão avaliadas por um júri, que vai verificar os cases e selecionará os finalistas. Depois, os selecionados vão passar por um júri técnico e por uma votação popular, definindo os agraciados pela premiação. O júri será montado por mestres e doutores da Unama, e a presidente da bancada técnica de avaliação do prêmio professora Dra . Eva Franco , pro reitora de ensino adj. da Unama, explica como será feita a avaliação.

“A avaliação será feita por uma renomada equipe técnica composta de professores mestres e doutores da Universidade com notório saber na temática da inovação. Serão ao todo 11 jurados”, conta a presidente da bancada.

Segundo Eva, primeiro será feito um filtro das evidências e informações prestadas por cada empresa candidata para autenticidade dos dados informados. Posteriormente , as empresas candidatas serão avaliadas nos seguintes critérios :

  • ações inovadores
  • dificuldade e barreira para realizar a inovação
  • os resultados obtidos
  • percepção positiva do mercado sobre a realização do case .
  • fator inspiração : impacto para o mercado em geral .
  • geração de conhecimento para ser replicado em outros setores .
  • e avaliação geral do case .

Ela ainda destaca a importancia da premiação, no estimulo ao mercado pela busca de inovações, e o impacto vai gerar ao mercado, a aproximação dos negócias com a ciência e a pesquisa.

“O mercado está carente de pessoal técnico capaz de pensar as problemáticas sociais e materiais e propor respostas. Mas não o ‘mais do mesmo’, e sim gente capaz de ‘tirar leite de pedra’ haja vista as dificuldades enfrentadas por todos os setores da vida e do desenvolvimento sócio humanístico. Assim, a partir de uma premiação oferecida aos melhores, busca-se estimular mais atores participantes que ousem pensar novos caminhos para a resolução das necessidades da vida , com o aval , e o olhar da academia de ciência. À universidade cabe , acima de tudo, chancelar o ambiente técnico de análise e julgamento dos diversos setores participantes . Cabe também zelar pela imparcialidade técnica dos cases escolhidos com o objetivo de não beneficiar esta, ou aquela empresa , e sim ; aferir com propriedade de quem entende , conhece , e lida com os elementos de inovação diariamente pois , é uma casa de constante pesquisa e desenvolvimento inovador “, finalizou.

Para mais informações sobre o Prêmio Roma de Inovação, clique aqui!

VER MAIS

VER MAIS