Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter

Djokovic vence Sinner de virada e avança às semifinais de Wimbledon

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Justamente quando o ano conturbado de Novak Djokovic parecia ter atingido um novo ponto baixo, ele salvou sua busca por um quarto título consecutivo em Wimbledon ao se recuperar de uma desvantagem de dois sets, derrotar o italiano Jannik Sinner e garantir vaga na semifinal do Grand Slam disputado na grama nesta terça-feira (5).

O sérvio, principal cabeça de chave do torneio, enfrentou todos os tipos de problemas contra o inspirado garoto de 20 anos depois de ser superado em dois sets, mas deu a volta por cima para vencer por 5-7, 2-6, 6-3, 6-2 e 6-2.

CONTINUE LENDO...

No final, houve um ar de inevitabilidade sobre o resultado, quando o jogador de 35 anos de idade, que já estava cansado da batalha, tomou o controle para chegar a sua 43ª semifinal em um Grand Slam, a 11ª em Wimbledon.

Ele também ampliou sua série invicta em Wimbledon, iniciada em 2017 e que agora está em 26 partidas.

Djokovic ainda não pôde acrescentar um novo troféu aos seus 20 títulos de Grand Slams neste ano, após ser deportado antes do Aberto da Austrália por não ter se vacinado contra a covid-19 e após ser derrotado por Rafael Nadal nas quartas de final do Aberto da França.

Mas ele manteve viva a perspectiva de enfrentar o espanhol, segundo cabeça de chave em Wimbledon, na final de domingo com uma virada soberba, a sétima vez em sua carreira em que ele triunfou depois de perder os dois primeiros sets.

VER MAIS

VER MAIS