Reprodução
Reprodução

Anestesista esperou marido de grávida deixar sala de parto com o bebê para cometer estupro

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Na segunda-feira, 11, a direção do Hospital da Mulher Heloneida Studart, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, informou que o anestesista preso em flagrante por estupro contra uma paciente esperou o marido da vítima deixar o centro cirúrgico para cometer o crime.

Segundo o marido da suposta vítima, ele reconheceu o anestesista pela televisão. Ele diz que o sentimento é de raiva.

CONTINUE LENDO...

“Quando eu bati de frente na televisão era ele. Já com esse caso. Muita raiva. A gente tá ali confiando nos médicos e acontece uma coisa dessas”, lamentou.

No estupro cometido domingo, Giovanni esperou o acompanhante da vítima deixar a sala com a criança recém-nascida para comer o crime.

As unidades saúde estão em contato com a Polícia Civil para colaborar com as investigações.

Com informações do G1

VER MAIS

VER MAIS