Reprodução
Reprodução

Carta polêmica em que príncipe Charles xinga mordomo de Diana vai a leilão por R$ 12 mil

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

O príncipe Charles revelou, em carta antiga, seus pensamentos íntimos sobre Paul Burrel, ex-mordomo de Lady Di. O texto, que ocupou 4 folhas, foi manuscrito pelo herdeiro do trono britânico em 2002, semanas depois de Burrel ser julgado por acusações de roubo relacionadas a 310 itens da falecida princesa Diana, no valor de 4,5 milhões de libras (mais de R$ 28 milhões, na cotação atual).

Na carta, que vai a leilão, ele critica os funcionários da casa real que “exercitam seus ciúmes patéticos e vinganças em público”. Vale lembrar que o mordomo acompanhou a história da princesa de Gales e se pronunciou em entrevistas polêmicas e até mesmo em um livro de memórias, publicado em 2003.

CONTINUE LENDO...

“Abençoado seja por se dar ao trabalho de escrever como você fez na esteira de toda o horror que vem acontecendo!”, escreveu o primogênito da rainha Elizabeth. “Acho absolutamente incrível, pois não fiz nada além de mostrar a pessoas como Paul Burrell todas as considerações ao longo dos anos”, acrescentou.

“Infelizmente, agora devemos ser tratados como meros peões em uma terrível e contínua guerra de circulação da mídia, em que os fatos reais são totalmente desconsiderados e vastas somas de dinheiro são oferecidas como suborno a ex e atuais membros da equipe”, desabafou Charles.

“Um membro da equipe recebeu um total de 5 milhões de libras (cerca de 32 milhões de reais) dos jornais nas últimas semanas”

príncipe Charles

O polêmico texto está à venda por 2 mil libras (cerca de R$ 12 mil) por um colecionador.

Com informações do Metrópoles

VER MAIS

VER MAIS