Pixabay
Pixabay

Médico engana pacientes, usa próprio sêmen e gera 96 filhos biológicos em clínica de fertilização

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

A Netflix acaba de estrear um documentário que conta um caso de um médico especialista em fertilidade, Donald Clive, que usava seu próprio sêmen nas pacientes sem o consentimento delas.

O caso ocorreu em Indiana, nos Estados Unidos. As pacientes só foram descobrir que haviam sido enganadas pelo médico em 2014, quando uma das ‘crianças’, fruto da fertilização, foi em busca de saber se tinha irmãos após a mãe contar que o nascimento dela foi através do um sêmen de um doador.

CONTINUE LENDO...

No entanto, a americana e fruto da fertilização Jacoba Ballard, 41 anos, acabou descobrindo o crime do médico. Ele usava o próprio sêmen sem o consentimento e conhecimento das mulheres e dos maridos dela.

O documentário relata ainda que o médico se trancava em sua sala, enquanto o casal aguardava o procedimento, e se masturbava para colher e em seguida fecundar o sêmen na paciente.

Com isso, Donald Clive acabou gerando 96 filhos biológicos. O nome do documentário se chama ‘Pai Nosso?’ e já está disponível na plataforma.

Com informações do Portal Holanda

VER MAIS

VER MAIS