Redes Sociais
Redes Sociais

Caso Amanda: buscas por menina desaparecida no Marajó entram no quarto dia

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

As buscas por Amanda Ribeiro, de 10 anos, entraram no quarto dia em Anajás, no Arquipélago do Marajó. Até o momento não há nenhum sinal de onde possa estar a menina, que desapareceu na terça-feira, 7, quando saiu de casa. Imagens de câmeras de segurança mostraram Amanda caminhando sozinha pelas ruas de Anajás. Ela estava usando um vestido e um casaco preto.

Participam das buscas Corpo de Bombeiros, Conselho Tutelar de Anajás e uma equipe da Polícia Civil especializada no atendimento a grupos vulneráveis, que saiu de Belém na sexta-feira, 10, para reforçar as investigações no município. De acordo com a polícia, já foram coletados depoimentos de parentes e amigos da criança.

CONTINUE LENDO...

“Com esse apoio e esse aparato de ferramentas tecnológicas, acreditamos que iremos ter êxito em saber o paradeiro da criança desaparecida”, afirma Paulo Junqueira, delegado de polícia da Superintendência Regional do Marajó Ocidental.

Regiane Ribeiro, mãe de Amanda, chegou a fazer um apelo nas redes sociais para que aos amigos, vizinhos e familiares ajudassem nas buscas.

O Ministério Público do Pará pediu para que o nome de Amanda no Cadastro Nacional de Pessoas Desaparecidas.

VER MAIS

VER MAIS